Temer recebe Febrasp e diz que agendará data para votar PEC da Polícia Penal

Deputado Paulinho da Força deu todo apoio necessário para que Temer recebesse a Febrasp

Carlos Vítolo Jornalista/Assessor de Imprensa do Sindasp.

imprensa@sindasp.org.br

® © (Direitos reservados. A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura do jornalista e do Sindasp-SP, mediante penas da lei.)

O presidente da Federação Brasileira dos Servidores Penitenciários (Febrasp), Leandro Vieira, também presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Distrito Federal (Sindpen-DF), participou de um almoço com presidente em exercício, Michel Temer, onde pediu o apoio para que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 308/04, que cria a Polícia Penal, seja colocada na Ordem do Dia para votação e aprovada pela Câmara e pelo Senado.

A reunião ocorreu na última sexta-feira (10), no Palácio do Jaburu, em Brasília e contou a presença do deputado federal, presidente do partido Solidariedade e da Força Sindical, Paulo Pereira (SD), o Paulinho da Força. Também participaram do almoço líderes das centrais sindicais que representam os sindicatos do País, com quase cinco milhões de trabalhadores.

Leandro e Paulinho conseguiram conversar com Temer sobre a PEC que cria Polícia Penal e o presidente em exercício disse que irá agendar uma data com o ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, com o objetivo de discutir e agendar uma data para a votação da PEC 308/04.

A Emenda inclui o sistema prisional brasileiro no Artigo 144 da Constituição Federal, reconhecendo-o como Instituição inerente à Segurança Pública. A criação da Polícia Penal servirá para legitimar, constitucionalmente, o trabalho dos agentes penitenciários de todo o País.

Sindasp-SP na Febrasp:Três diretores do Sindasp-SP foram eleitos para a Executiva da Febrasp. O presidente Daniel Grandofo foi eleito vice-presidente da federação, enquanto que o secretário-geral Cícero Félix ficou com o cargo de primeiro-secretário, e o vice-presidente Valdir Branquinho foi escolhido como primeiro membro do Conselho Fiscal.

menu
menu