Moro fez reunião do Conselho Nacional de Comandantes Gerais de Polícias Militares e Corpos de Bombeiros

Carlos Vitolo Jornalista/Assessor de Imprensa do Sindasp.

imprensa@sindasp.org.br

® © (Direitos reservados. A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura do jornalista e do Sindasp-SP, mediante penas da lei.)

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, fez ontem pela manã a abertura, em Brasília (DF), da reunião do Conselho Nacional de Comandantes Gerais de Polícias Militares e Corpos de Bombeiros (CNCG) dos estados e do Distrito Federal.

O ministro destacou a importância do trabalho conjunto e as principais medidas adotadas na pasta. "Demonstramos no novo governo uma postura mais firme e dura em relação à criminalidade organizada, a ilustrar, a operação em conjunto com o governo de estado de São Paulo com a transferência e isolamento das principais lideranças do PCC”, afirmou Moro.  

Em sua mensagem aos 49 comandantes gerais de polícias e bombeiros dos estados, o ministro ressaltou ainda a mudança no sistema de visitas sociais nos presídios federais, feita exclusivamente por parlatórios.

Sobre a crise de segurança no estado do Ceará, Moro comentou que os esforços conjuntos entre os agentes federais e estaduais foram essenciais para encerrar os ataques criminosos.  "Existe uma série de projetos no Ministério que não dependem necessariamente de lei. Já encaminhamos o projeto de lei Anticrime com medidas pontuais e oportunas ao crime organizado", afirmou.

Logo após a abertura, o ministro Sergio Moro homenageou o aluno do Colégio Militar de Fortaleza (CE), Pedro Henrique do Nascimento Lima, de 17 anos, finalista do Projeto de Impacto Social, promovido pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. A dissertação apresentada pelo estudante abordou o tema da violência na capital cearense e apontou soluções para o problema.

"Escolhemos o tema da segurança pública da minha cidade e a crise que teve no estado e falamos sobre algumas medidas como a atuação da Força Nacional no combate às facções e também para os jovens não ingressarem na criminalidade", explicou o estudante.

O secretário Nacional de Segurança Pública, Guilherme Theophilo, enfatizou a realização da primeira reunião do Conselho neste ano. "É de fundamental importância este encontro para transmitir as diretrizes do Ministério da Justiça e Segurança Pública e ouvir os comandantes gerais dos estados para que juntos possamos traçar uma política de segurança pública dirigida aos nossos profissionais e para que a população possa ter uma sensação de bem-estar", justificou.

A reunião do CNCG acontece até esta quinta-feira (14). Durante o evento serão discutidos temas ligados à segurança pública dos estados e do Distrito Federal.


Fonte: MJ

menu
menu