Diretor do Sindasp visita Penitenciárias de Guariba e Álvaro de Carvalho

O Sindasp-SP está em visita a todas as unidades prisionais com o objetivo de ouvir a categoria, esclarecer dúvidas e dar orientações sindicais e jurídicas aos funcionários.

Carlos Vitolo Jornalista/Assessor de Imprensa do Sindasp.

imprensa@sindasp.org.br

® © (Direitos reservados. A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura do jornalista e do Sindasp-SP, mediante penas da lei.)

Em continuidade à série de visitas realizada pelos diretores do Sindasp-SP nas unidades prisionais do Estado, o Diretor Administrativo Regional de Marília, Luciano Carneiro, esteve em visita aos agentes de segurança penitenciária (ASP) de duas unidades prisionais.

Ontem, quinta-feira (7), o diretor esteve em visita as agentes da Penitenciária Feminina de Guariba e no último dia 27, o sindicalista esteve na Penitenciária de Álvaro de Carvalho, ambas da Coordenadoria das Unidades Prisionais da Região Noroeste do Estado.

Em Guariba, o sindicalista foi acompanhado pelo advogado da regional, Antonio Inácio. De acordo com o diretor, a presença na unidade foi solicitada pela agente penitenciária Geane Bovolin, filiada ao Sindasp-SP, para acompanhamento em uma pré-apuração, onde a servidora seria ouvida sobre o fato de não ter algemado uma presa do semiaberto.

O representante sindical e o advogado foram recebidos pelo diretor de disciplina da unidade, Mateus Luiz dos Santos. “Fomos muito bem recebidos, aproveitamos para conversar com o corpo funcional e conhecer as instalações da unidade”, disse o diretor.

Na visita aos agentes penitenciários de Álvaro de Carvalho, o diretor do Sindasp-SP conversou com os funcionários e alguns dirigentes da unidade. Entre os assuntos, esteve em discussão a pauta para reposição salarial, a extensão do vale alimentação para todas as classes, o aumento da quantidade de DEJEP (Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Penitenciário), o aumento no número de transferências, remanejamento do quadro funcional por da LPT e LPTR, reelaboração do porte de armas para os agentes aposentados, com a possibilidade de estender o direito em caráter vitalício e o aumento do prazo do porte de armas para 10 anos.

► Visitas do Sindasp-SP

O Sindasp-SP está em visita a todas as unidades prisionais com o objetivo de ouvir a categoria, esclarecer dúvidas e dar orientações sindicais e jurídicas aos funcionários. Na sequência, a diretoria busca a solução dos problemas apresentados pelos ASPs junto aos responsáveis competentes, seja da unidade, da coordenadoria ou da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP).

Para receber uma visita dos diretores do Sindasp-SP, basta manter contato com a sede estadual ou com qualquer sede regional do sindicato. Mesmo sem entrar em contato, todas as unidades receberão a visita do Sindasp-SP.

menu
menu