Diretores de presídios participam de 1º Simpósio Regional de Prevenção ao Suicídio

Unidades prisionais da Croeste também se mobilizaram na Campanha Setembro Amarelo

Com o objetivo de aprender e repassar o conteúdo a outros servidores da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), diretores das unidades prisionais da região oeste participaram do 1º Simpósio Regional de Prevenção e Pósvenção do Suicídio, que aconteceu durante o 6º Encontro por uma Cultura de Paz de Adamantina/SP: Ações de Promoção a Vida, Prevenção do Suicídio e outras Violências e Ciclo de palestras da Psicologia, realizado pelo Centro Universitário de Adamantina (UniFAI) e a “Rede Promover Vida”.

O evento aconteceu no dia 21 de setembro, no auditório da universidade, e contou ainda com a presença de integrantes da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) e Grupo de Acolhimento (GA) dos presídios. “O simpósio nos mostrou uma nova visão sobre a problemática ligada ao suicídio. As informações trarão mais ferramentas para os profissionais da SAP lidarem melhor com situações críticas que devam ser detectadas a tempo e, dessa forma, auxiliarem, não só o corpo funcional, como também a população carcerária”, relatou Marionildo Moreira, na ocasião, representando o coordenador da Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Oeste (Croeste), Roberto Medina.

Estabelecimentos prisionais

A Ala de Progressão Penitenciária (APP) de Lucélia promoveu uma palestra interativa, com exibição do documentário “A Ponte”, que contém imagens de tentativas e suicídios ocorridas na ponte Golden Gate de São Francisco, além de depoimentos de parentes e amigos das vítimas e sobreviventes. Logo após, foi aplicado a técnica da fotolinguagem, levando o participante a olhar fotos e responder: o que é a tentativa de suicídio? Discutindo assim o problema e desmistificando conceitos.

Em Andradina, servidores representaram a Penitenciária na 1ª Caminhada Pela Vida “Passeata do Setembro Amarelo”, realizada na cidade. Já a Penitenciária de Pracinha enfeitou a unidade em alusão à campanha e contou com a apresentação do ventríloquo “Chiquinho” do Agente de Segurança Penitenciária (ASP) Paulo Silas, que chamou a atenção para importância do amor ao próximo.

Além de palestra, o CPP de Pacaembu levou religiosos para abordar o tema e incentivou reeducandos a produzirem cartazes. Na unidade de Irapuru e no CDP de São José do Rio Preto, houve distribuições de panfletos informativos e na Penitenciária de Assis, uma oficina com exercícios antiestresse. A Penitenciária de Pacaembu e o Centro de Readaptação Penitenciária (CRP) de Presidente Bernardes trabalharão o assunto durante a Semana Interna de Prevenção de Acidentes (Sipat) que acontecerá no mês de outubro, quando também estão agendadas palestras no CDP de Riolândia e PIII de Lavínia.

Por fim, palestras, rodas de conversa, afixação de cartazes, distribuição de laços com o símbolo da campanha e funcionários vestidos de amarelo foram ações realizadas nas penitenciárias de Osvaldo Cruz, Assis, Valparaíso, Marabá Paulista, Lavínia I e II, Mirandópolis II, Junqueirópolis, Tupi Paulista Masculina e Feminina, Martinópolis, Florínea, Paraguaçu Paulista, Presidente Venceslau I, CR de Birigui e Araçatuba, CRF de São José do Rio Preto, CPP de Valparaíso e São José do Rio Preto e Croeste.

Abreviaturas

PI, PII e PIII = Penitenciárias (I, II ou III) 
CR e CRF = Centro de Ressocialização (Feminino)
CRP = Centro de ReadaptaçãoPenitenciária
CPP = Centro de Progressão Penitenciária
CDP = Centro de Detenção Provisória


Fonte: SAP

menu
menu