Mesmo com denúncias contra Temer, marcha das centrais sindicais dia 24 está confirmada e Sindasp levará filiados a Brasília

Carlos Vítolo Jornalista

imprensa@sindasp.org.br

® © (Direitos reservados. A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura do jornalista e do Sindasp-SP, mediante penas da lei.)

A marcha unificada das centrais sindicais, em protesto contra as reformas trabalhista e previdenciária, marcada para o próximo dia 24, em Brasília-DF, está confirmada. A informação é do presidente do Sindasp-SP, Daniel Grandolfo.

O manifesto será realizado mesmo após a denúncia feita pelo jornal "O Globo", por meio do colunista do Lauro Jardim, apontando que os donos do frigorífico JBS, Joesley e Wesley Batista, gravaram o presidente Michel Temer dando aval para a compra do silêncio do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), após ser preso na operação Lava Jato.

O Sindasp-SP convoca a categoria para participar da marcha das centrais e protestar, principalmente, por não ter sido incluída nas regras especiais do relatório da reforma da Previdência.

ÔNIBUS: um ônibus sairá de Presidente Prudente, da sede estadual, na terça-feira (23), às 15h, passando por São José do Rio Preto, rumo a Brasília. O Sindasp-SP também irá disponibilizar vagas em ônibus com saída de outras regiões do estado. Os filiados interessados devem manter contato com a sede estadual no telefone (18) 3904-9999 ou (18) 99710-0383 (WhatsApp), com o funcionário do Sindasp-SP Aléx, e deixar o nome na lista.

menu
menu