Ônibus itinerante oferece consulta oftalmológica aos servidores de Guarulhos

Ação foi desenvolvida pelo CQVidass em parceria com o Banco de Olhos de Sorocaba (BOS)

Nos dias atuais é comum vermos as pessoas correndo contra o tempo. O trabalho é uma prioridade e faz com que muitos deixem outros assuntos importantes, como a própria saúde, em segundo plano.

É pensando em facilitar a prevenção de doenças e o bem-estar dos funcionários da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), que o Centro de Qualidade de Vida e Saúde do Servidor (CQVidass) Metropolitana, responsável, dentre outros, também pelo atendimento dos servidores dos estabelecimentos penais da Coordenadoria das Unidades Prisionais da Região Metropolitana de São Paulo (Coremetro), em uma parceria com o Banco de Olhos de Sorocaba (BOS), ofereceu atendimento oftalmológico aos funcionários das quatro unidades de Guarulhos.

A ação aconteceu no dia 19 de outubro, data em que o ônibus itinerante do BOS ficou estacionado na Penitenciária I “José Parada Neto” de Guarulhos, e atendeu 103 servidores das quatro unidades da cidade, Penitenciária II “Desembargador Adriano Marrey” e Centros de Detenção Provisórias (CDPs) I e II de Guarulhos.

Em um espaço dedicado para pré-consulta, os servidores passaram por aparelhos que medem a pressão do olho e de autorrefração, um método utilizado para a prescrição de lentes corretoras. Na sala ao lado, uma médica prosseguia com a avaliação e diagnóstico dos pacientes atendidos.

Além de prescrições de óculos, alguns servidores receberam encaminhamento para acompanharem seus casos no Banco de Olhos de Sorocaba. Nessas situações, os atendidos foram diagnosticados com descolamento de retina, ceratocone e para transplante de córnea.

Para Valéria Aparecida da Costa, diretora do CQVidass Metropolitana, desde 2015, a parceria com o BOS tem permitido levar aos servidores das unidades prisionais um atendimento in loco, uma forma de cuidar da saúde do funcionário que não dispõe de tempo ou do hábito de realizar exames periódicos.

Atendimento facilitado e de qualidade

O agente de segurança penitenciária (ASP) da PI de Guarulhos, Carlos Eduardo Serdam, concorda que ter o ônibus itinerante realizando os atendimentos nos presídios facilita muito para os servidores. “Com a rotina de trabalho é mais difícil irmos até uma consulta médica. Assim o hospital vem até o servidor e não precisamos marcar horário ou nos deslocarmos para longe. É maravilhoso”, comentou Carlos, que passou em consulta e recebeu uma receita médica para mudar as lentes de seus óculos.

Também servidor da PI de Guarulhos, Gilson José Ferreira, descobriu que tem glaucoma a partir de uma consulta realizada pelo BOS em 2014, quando o ônibus itinerante deu atendimento aos funcionários da Penitenciária Feminina de Santana.

Ferreira diz que desde o descobrimento da doença, faz o acompanhamento médico, que a princípio era anual e agora seu retorno é de quatro em quatro meses, e ressalta “Sou muito bem acompanhado e o que tem sido feito está ajudando muito, porque eu não sabia que tinha glaucoma e graças a ação do ônibus eu posso acompanhar o tratamento. Sempre que posso, vou às consultas em todas as regiões que o BOS passa”. O glaucoma de Gilson não tem cura, mas com o tratamento recebido, a doença está estabilizada.

Servidor a dois anos e meio na PI, Romero Tadeu Miranda Ribeiro, dedicou o dia a cuidar de sua saúde. De férias, Ribeiro foi até a Penitenciária para participar pela primeira vez do atendimento e diz que o que o motivou a participar da ação foi justamente a realização de exames oftalmológicos.

O ônibus itinerante do Banco de Olhos de Sorocaba já atendeu aos servidores das unidades de Pinheiros, Osasco, Butantan, Belém, Penitenciárias Femininas de Santana e da Capital, Coremetro e sede da SAP.


Fonte: SAP

menu
menu