Presidente do Sindasp destaca que governador pretende abrir portas para valorização dos agentes penitenciários

As portas estão abertas, disse o governador ao Sindasp-SP

Carlos Vitolo Jornalista/Assessor de Imprensa do Sindasp.

imprensa@sindasp.org.br

® © (Direitos reservados. A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura do jornalista e do Sindasp-SP, mediante penas da lei.)

Em reunião realizada no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo de São Paulo, entre diretores do Sindasp-SP e o governador Marcio França, os sindicalistas foram em busca de melhorias para a categoria dos agentes de segurança penitenciária (ASP). Representaram o Sindasp-SP o presidente Valdir Branquinho, o diretor Administrativo Ismael Manoel e o diretor de Regionais Gilmar Pereira “Índio”.

Durante a reunião, que ocorreu na tarde da última terça-feira (26), o governador disse aos diretores do Sindasp-SP que quer a valorização dos servidores públicos. “Nossa intenção aqui é que o servidor público possa ser valorizado”, disse França.

O governador destacou ainda que “as portas estão abertas e quero colocar a minha disposição para poder conversar com vocês quantas vezes for necessário para chegar a um bom entendimento”.

No entanto, de acordo com o França, no período eleitoral de 6 de abril a 6 de outubro há uma série de limitações que a lei proíbe. “Eu queria fazer, mas não consigo fazer porque a lei proíbe”, disse o governador.

Segundo o presidente do Sindasp-SP, Valdir Branquinho, o governador recebeu muito os representantes da categoria e demonstrou interesse em valorizar a função do agente penitenciário. “A reunião certamente abriu portas para as futuras negociações com o governo”, disse Branquinho.

Ainda durante o encontro, os diretores do Sindasp-SP apresentaram uma pauta de reivindicações, que foi muito bem recebida pelo governador.

Também estiveram presentes na reunião o secretário-adjunto de Emprego e Relações do Trabalho, Bruno Maluly Guglielmi, e o diretor regional da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho de Presidente Prudente, Lucas Aguiar.

menu
menu