SAP combate o desperdício com adesão ao Programa de Uso Racional da Água

Economia gerada com a assinatura de mais dois contratos chegará a quase R$ 1 milhão

Na última quinta, 8, mais dois presídios da Secretaria da Administração Penitenciária assinaram contrato com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) de adesão ao Programa de Uso Racional da Água (Pura): Penitenciária de Mairinque e o Centro de Detenção Provisória (CDP) "ASP Charles Demitre Teixeira" de Praia Grande. Só com os contratos dos dois presídios é estimada uma economia anual de mais de R$ 800 mil.

Presente à cerimônia de assinatura dos contratos, o secretário da Administração Penitenciária, Lourival Gomes, reforçou em sua fala que a Pasta tem uma política permanente e diuturna de combate ao desperdício e que a adesão ao Pura pelas unidades é mais uma ação nesse sentido. “Em todas as prisões, em todos os dias, inclusive finais de semana e feriados, é feita a verificação do hidrômetro para verificar o consumo de água”, afirmou. Gomes lembrou a dificuldade de se combater o desperdício por conta do perfil da população carcerária majoritariamente jovem e com baixa escolaridade. Para isso, a Pasta tem investido em tecnologia: no projeto da nova unidade em Riversul já está prevista a instalação de lâmpadas de LED e reuso da água.

O superintendente da Baixada Santista da Sabesp, Cleber Castilho Polisel, destacou que a SAP é um cliente importante para a Sabesp e que a companhia tem garantido a regularidade e a qualidade no fornecimento. No verão deste ano, por exemplo, embora tenha havido alta no consumo, não houve falta d´água na região.

Para aderir ao Pura, as unidades têm que demonstrar um grande comprometimento com a redução no consumo de água, como detecção e reparo de vazamentos, troca de equipamentos convencionais por equipamentos economizadores de água, estudos para reaproveitamento da água e palestras educativas. Integrando o programa, cada unidade recebe um desconto 25% na tarifa. Para 2018, está prevista a assinatura para mais seis outros edifícios da Pasta, entre prédios da Sede em Santana e da Líbero Badaró e quatro unidades prisionais: Penitenciária Feminina Capital, Centro de Progressão Penitenciária de Franco da Rocha, CDP de Chácara Belém, e CDP I "ASP Vicente Luzan da Silva" de Pinheiros.

Também estavam presentes à cerimônia de assinatura que aconteceu no auditório da SAP localizado na Avenida Ataliba Leonel, em Santana, na capital, Luiz Carlos Catirse, secretário Adjunto da Administração Penitenciária; Amador Donizeti Valero, chefe de Gabinete da Pasta; Jean Ulisses Campos Carlucci, coordenador das Unidades Prisionais Região Central do Estado (CRC); Nestor Pereira Colete Júnior, Coordenador das Unidades Prisionais da Região do Vale do Paraíba e Litoral (Corevali); Luiz Carlos Mendes, diretor da Penitenciária de Mairinque; Edson Thomaz Da Silva de Lima, diretor do CDP "ASP Charles Demitre Teixeira" de Praia Grande; Solange Aparecida de Souza Lopes, diretora do Departamento de Administração da CRC; Paula Maria Goretti Pudles de Oliveira , executivo Público do Grupo Setorial de Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas; Adriano José Branco, gerente de Divisão Tatuí da Sabesp; Marcelo Del Prette, gerente de Setor Comercial e Administrativo Tatuí; Rinaldo Luiz Da Silva, analista de Gestão – Comercial e Marketing Botucatu; Maria José De Abreu e Claudio L. Neves, ambos do Pura da Baixada Santista.


Fonte: SAP

menu
menu