Senado aprova permissão para que armas apreendidas sejam usadas pelas Forças Armadas e policiais

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aprovou, nesta quarta-feira (6), o projeto que permite que armas apreendidas em operações policiais sejam doadas para as Forças Armadas e para a polícia (PLS 285/2016). Elas serão encaminhadas para o Exército quando não forem mais necessárias para a investigação criminal e depois de um laudo técnico atestando condições perfeitas de funcionamento. Do total de armas em condições de uso, 70% vão para a Polícia Civil e para a Polícia Militar do estado onde aconteceu a apreensão. A relatora, senadora Simone Tebet (PMDB-MS), explicou que hoje as armas apreendidas permanecem em depósitos judiciais até o fim do processo penal, e, além de se deteriorarem, frequentemente são alvo de assaltos ou desvios. A proposta, de autoria do senador Wilder Morais (PP-GO), segue para análise da Câmara dos Deputados. Acompanhe a reportagem de Roberto Fragoso, da Rádio Senado.


Fonte: Agência Senado

menu
menu