Sindasp convoca categoria para mobilização na Praça da Sé nesta sexta-feira

Carlos Vítolo Jornalista/Assessor de Imprensa do Sindasp.

imprensa@sindasp.org.br

® © (Direitos reservados. A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura do jornalista e do Sindasp-SP, mediante penas da lei.)

O Sindasp-SP convoca os agentes de segurança penitenciária (ASP) para participarem da mobilização coordenada pelas centrais sindicais nesta sexta-feira (10), em São Paulo, na Praça da Sé. O manifesto é um ato unificado entre sindicatos, Força Sindical, CUT, CSB, CTB, Nova Central e Intersindical.

A mobilização terá início às 9h30, com a concentração, e às 10h30 segue em caminhada rumo a Avenida Paulista. O manifesto é em defesa dos direitos dos trabalhadores, pela revogação da reforma Trabalhista, contra a reforma da Previdência e pelo fim do trabalho escravo.

A manifestação envolverá trabalhadores tanto do setor público quanto privado. Para os servidores públicos, além das reformas do governo de Michel Temer (PMDB), também irão protestar contra o Projeto de Lei (PL) 920/2017, de iniciativa do governador Geraldo Alckmin (PSDB), e que pretende congelar investimentos em áreas como saúde, segurança e educação por dois anos.

O governador já encaminhou o projeto à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp). A proposta do governo, além de congelar salários, vai impedir uma série de políticas públicas, bem como investimentos em programas sociais. A proposta de Alckmin é semelhante à lei federal, adotada por Temer, que permite o refinanciamento das dívidas dos Estados, além do acesso a recursos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). A medida congelou os investimentos públicos por 20 anos.

A aprovação do projeto poderá levar os serviços públicos estaduais ao sucateamento e a desvalorização ainda maior dos servidores, consequentemente dos agentes penitenciários, já há três anos sem reajuste salarial. O último reajuste da categoria ocorreu em 2014, fruto de uma greve coordenada pelo Sindasp-SP.

O Sindasp-SP estará presente na manifestação e convoca todos os agentes penitenciários, principalmente os da Capital e Grande São Paulo, para participarem da mobilização.

menu
menu