Unidades da Coremetro divulgam o Dia Mundial Sem Tabaco

No CDP de Diadema e no CPP de São Miguel Paulista os funcionários receberam informações diversas de alerta sobre os riscos

O Dia Mundial Sem Tabaco, estabelecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS), contou com ações em unidades prisionais da Coordenadoria da Região Metropolitana de São Paulo (Coremetro), vinculada à Secretaria de Administração Penitenciária (SAP). Os exemplos vieram do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Diadema e do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) de São Miguel Paulista, que realizaram ações de conscientização com os servidores a partir de materiais fornecidos pelo Centro de Qualidade de Vida e Saúde do Servidor (CQVidass).

Desde 1987, a OMS fixou o Dia Mundial Sem Tabaco na data de 31 de maio. Segundo a Organização, anualmente morrem 7 milhões de pessoas devido ao tabagismo, sendo que 900 mil delas são fumantes passivas, ou seja, não fumam, mas estão expostas à fumaça de cigarros, cachimbos e similares.

Foi com base nesses dados que as unidades montaram suas campanhas. Por meio da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa), em parceria com equipe de saúde, o CDP e o CPP trabalharam o tema tabagismo por meio de pôsteres, palestras e com a distribuição de panfletos.

Informação leva à prevenção

No CDP de Diadema, o dia 31 de maio foi marcado pela entrega de folders e com orientações específicas aos servidores. Grande destaque foi dado ao Programa “Quero Parar de Fumar”, do CQVidass, que conta com turmas em formação e por isso está com inscrições abertas.

Apesar de ter um número restrito de fumantes, a equipe da Cipa do CPP de São Miguel Paulista levou a sério a campanha. Nessa unidade, a ação transcorreu em meados de maio. Foram afixados cartazes em locais de grande fluxo de pessoas.

Além disso, a diretoria de saúde da unidade processou um levantamento dos serviços de saúde pública da Zona Leste da Capital, região em que se localiza o estabelecimento penal, sobretudo daqueles que oferecem tratamento antitabaco. A lista foi disponibilizada a todos os servidores com orientações sobre ações em andamento e a forma correta de obter assistência médica gratuita.


Fonte: SAP

menu
menu