Unidades Prisionais da SAP são premiadas no Fórum Estadual de Tuberculose

As unidades da Secretaria se destacaram ao atingir a meta no controle da doença

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) participou do Fórum Estadual de Tuberculose, que ocorreu no dia 25 de setembro, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo. Durante a cerimônia foram premiados os municípios, laboratórios e unidades do sistema prisional que atingiram metas no controle da tuberculose.

A Pasta se destacou nas modalidades Alta cura, Busca de casos e Tratamento Diretamente Observado (TDO). Ao todo, 72 unidades foram premiadas, contemplando todas as coordenadorias regionais: Central, Metropolitana, Vale do Paraíba e Litoral, Noroeste e Oeste.

O Prêmio foi destinado aos estabelecimentos prisionais que atingiram meta no controle da doença. Para os Centros de Detenção Provisória (CDPs) foi considerado busca de casos igual ou acima de 20%, detecção acima de 1% e tratamento supervisionado (TDO). Já para as penitenciárias os critérios estabelecidos foram busca de casos igual ou acima de 20%, taxa de cura acima de 85% e também o TDO.

O evento levou discussões de estratégias para o controle da doença no Estado, além de apresentar o “Plano Nacional pelo fim da tuberculose”, que visa diminuir a existência da patologia na população mundial. Nas unidades prisionais, o programa de Controle à Tuberculose conta com o apoio do Sistema Único de Saúde (SUS) para realizar os atendimentos aos sentenciados.

A coordenadora de saúde, Solange Pongelupi, ressaltou que o evento tem atingido bons resultados. “O Fórum é uma oportunidade para que profissionais da saúde sejam sensibilizados sobre a importância da atenção básica para o diagnóstico e busca de novos casos da doença. O evento tem alcançado, ao longo desses anos, resultados expressivos nas ações de controle da doença dentro das unidades prisionais, contando com empenho dos funcionários para atingir as metas propostas pelo Plano Nacional” afirma.


Fonte: SAP

menu
menu