A pedido do Sindasp, automatização da penitenciária de Presidente Prudente deve ter início em breve

0
51

A pedido do Sindasp-SP, a penitenciária de Presidente Prudente deverá brevemente dar início ao processo de automatização das portas das celas. Ainda não há data certa para o início das obras, mas de acordo informações fornecidas à reportagem, já foi aberta a cotação de preço para a compra dos materiais.

O pedido de automatização da penitenciária de Prudente foi feito pelo Sindasp-SP desde 2013, em ofício encaminhado ao coordenador das unidades prisionais da região Oeste (Croeste), Roberto Medina. Na oportunidade também foi solicitado a automatização da penitenciária de Álvaro de Carvalho e do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Santo André. O pedido se deu devido aos casos de agressões ocorridas nas três unidades prisionais contra agentes de segurança penitenciária (ASP).

A automatização das unidades prisionais foi uma conquista do Sindasp-SP para a categoria junto ao governo do Estado em 2012 e tem como principal objetivo evitar o contato físico entre agentes penitenciários e detentos. A automatização é um processo mecânico que possibilita a abertura e a tranca das portas das celas através de um painel eletrônico.

A aprovação da automatização das unidades prisionais ocorreu durante uma visita do secretário de Estado da Administração Penitenciária, Lourival Gomes, à sede estadual do Sindasp-SP em Presidente Prudente, em 7/12/2012.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.