Agentes abortam fuga em prisão do PI; 9º caso em menos de uma semana

0
39

Uma segunda tentativa de fuga foi abortada na noite dessa quarta-feira (6) na Penitenciária Irmão Guido, em Teresina, segundo o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi), a 9ª este ano em presídios do estado.

 

De acordo com Vilobaldo Carvalho, presos quebraram o cadeado da cela e estavam cavando um buraco na parede do pavilhão quando foram flagrados pelos agentes.

 

“Os agentes perceberam uma movimentação estranha e flagraram dois presos do lado de fora da cela 2 do pavilhão D. Eles estavam cavando o buraco com o uso de vergalhões retirados da estrutura do presídio. Ainda não sabemos quantas detentos tentavam fugir”, relatou o presidente do Sinpoljuspi.

 

Do início do ano até agora foram quatro ocorrências na Penitenciária Mista de Parnaíba, três na Casa de Custódia de Teresina e duas na Penitenciária Irmão Guido. Em alguns casos túneis foram cavados dentro das celas.

 

A Secretaria de Justiça do Piauí informou que está reforçando a estrutura da penitenciária para evitar novas fugas.

 

Fuga e rebelião

 

No dia 27 de dezembro, pelo menos nove presos conseguiram da Casa de Custódia. A fuga aconteceu quando eles quebraram parte da laje do pavilhão B e andaram pelo vão até chegar à área lateral que dá acesso à quadra de esportes. Entre os presos que conseguiram escapar estão assaltantes, estupradores e homicidas.

 

No início do mês de dezembro de 2015, a Casa de Custódia registrou duas rebeliões em menos de 48 horas e praticamente todos os detentos da unidade prisional se rebelaram reclamando das péssimas condições do presídio. Foram dois momentos de muita tensão, dentro e fora do presídio, já que familiares chegaram a derrubar grades e interditar a rodovia em protesto.

 

Fonte: G1

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.