Agentes de Mato Grosso dão trégua em greve e estipulam até sexta-feira para uma proposta do Governo

0
22

A greve dos agentes penitenciários de Mato Grosso gerou tensão nas unidades prisionais – principalmente na capital, Cuiabá – e se transformou em uma verdadeira “queda de braço” entre o Estado e os servidores, sendo o foco do noticiário mato-grossense na semana que passou.

 

Sem avanço nas negociações, os servidores bateram de frente com o Judiciário ao se negarem a cumprir as decisões emitidas pelo Tribunal de Justiça para que 70% do efetivo continuasse trabalhando nas unidades prisionais e, posteriormente, para que a greve fosse suspensa por ser considerada ilegal – sob pena de pagamento de multa.

O Estado chegou a convocar policiais militares e a dar início à contratação temporária de agentes para atuarem nas unidades prisionais de Cuiabá, a fim de garantir os direitos dos presos que estavam sendo cerceados – como visita de familiares e banho de sol.

 

Porém, na sexta-feira (2) os servidores decidiram por dar uma “trégua” no movimento. Eles estipularam um prazo – até a próxima sexta-feira (9) – para que o Governo apresente uma proposta que contemple a lista de pedido dos trabalhadores, caso contrário, a greve poderá ser retomada.

 

Fonte: Mídia News

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.