Agentes penitenciários decidem realizar operação padrão em todos os estados do país

0
33

Agentes penitenciários de todos os estados do país estiveram reunidos na manhã desta terça-feira (9) em Brasília-DF, discutindo a não inclusão da categoria nas regras especiais do relatório da reforma da Previdência.

Na última quarta-feira (3), o deputado Arthur Maia (PPS-BA) havia acordado a inclusão da categoria no relatório da reforma, porém, no mesmo dia desistiu do acordo e excluiu os agentes penitenciários das regras especiais. No último dia 2 os agentes penitenciários ocuparam a sede do Ministério da Justiça (MJ) cobrando o direito de serem inseridos nas regras especiais.

Indignados por mais uma vez terem sido desrespeitados e pelo fato de o relator não cumprir o que havia sido acordado, na semana passada a categoria protagonizou uma invasão na comissão que discute a PEC da reforma da Previdência. Ocorreu confronto com a Polícia Legislativa, que recebeu os agentes penitenciários com explosões de bombas de efeito moral e a sessão da comissão foi interrompida.

O presidente do Sindasp-SP, Daniel Grandolfo, representou os agentes penitenciários de São Paulo na reunião desta terça-feira e lembrou que a categoria foi traída pelo relator da reforma na última semana. De acordo com Grandolfo, a reunião definiu que os agentes penitenciários de todo o país vão realizar uma operação padrão em protesto por não terem sido incluídos nas regras especiais.

Segundo Grandolfo, a operação padrão será realizada nos próximos dias 19 e 20/5. “Cada estado ficou responsável por suas deliberações. No Estado de São Paulo já definimos os itens da operação padrão. Convoco todos os agentes penitenciários de São Paulo para juntos com os outros estados mostrarmos nossa indignação”, disse Grandolfo. Clique aqui para conferir o funcionamento da operação padrão em São Paulo.

Ainda de acordo com o presidente do Sindasp-SP, foi proposto aos agentes penitenciários uma espécie de “troca” da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/16, que trata da reforma da Previdência, pela PEC 308/04, que cria a Polícia Penal nos estados e na federação, mas proposta não foi aceita pelos líderes sindicais.

Ainda conforme Grandolfo, a reunião também definiu que será realizada uma grande caravana dos agentes penitenciários a Brasília, mas até o fechamento da reportagem a data ainda não havia sido definida.

Comissão vota destaques: a Comissão Especial da reforma da Previdência vota hoje os destaques apresentados ao relatório do deputado Arthur Maia. De acordo com o presidente da comissão, deputado Carlos Marun (PMDB-MS), a votação deverá terminar ainda hoje. O destaque que incluía os agentes penitenciários foi retirado da pauta e deverá ir a plenário.

Aparato de segurança: nesta terça-feira, enquanto a comissão especial da Câmara analisava os destaques da reforma com tranquilidade, barreiras policiais guardavam os acessos à Câmara, e no corredor da comissão, policiais estavam com equipamentos de choque.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.