Agentes penitenciários são treinados para monitorar tornozeleiras

0
13

Agentes penitenciários de todo o Paraná participam nesta semana de um treinamento em monitoração eletrônica. São 47 participantes que se preparam para atuar junto à Central do Departamento Penitenciário do Paraná (Depen), responsável por monitorar presos com tornozeleiras eletrônicas.

O monitoramento é feito na sede do Depen e também pelo Centro Integrado de Comando e Controle, na Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária. As aulas acontecem no prédio da Escola Superior da Polícia Civil, em Curitiba.

Após o final do treinamento, os agentes penitenciários estarão aptos a operar o sistema de monitoração, como também a instalação e retirada do equipamento. O curso possui uma carga horária de 28h. O treinamento segue até esta quinta-feira (24).

Hoje já são mais de 3,5 mil presos monitorados com o uso do equipamento eletrônico no Estado. O diretor do Depen, Luiz Alberto Cartaxo Moura, diz que a intenção é aprimorar o uso da tecnologia na execução penal, já que seu uso se mostrou altamente eficaz.

"Temos à disposição um equipamento eficiente que contribui com todo o aparato da segurança pública. O emprego da tecnologia é uma realidade e nos proporciona a abertura de vagas no sistema prisional, economia aos cofres públicos, acompanhamento efetivo do preso, além de proporcionar de maneira mais eficiente a reinserção social do preso", afirma Cartaxo.

Segundo o responsável pelo setor de monitoração do Depen, Edwaldo Willis, alguns dos agentes penitenciários que participam da capacitação já receberam treinamento anteriormente. "Aproveitamos a oportunidade para alinhar alguns procedimentos. A grande maioria participa pela primeira vez", explica. A certificação do curso é realizada pela Escola de Formação e Aperfeiçoamento Penitenciário (Espen).

Fonte: Bem Paraná


Imprensa Sindasp-SP

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.