Alckmin recebe Sindasp oficialmente e diz que fará anúncio na terça-feira

0
27

 

 

O governador Geraldo Alckmin recebeu o presidente do Sindasp-SP, no início da tarde desta quinta-feira (5), oficialmente, como instituição que agora possui o registro sindical estadual, para informar que fará o anúncio das reivindicações da categoria na próxima terça-feira (10).

 

Também participaram da reunião o secretário da Administração Penitenciária Lourival Gomes e o Secretário-geral do Sindasp-SP, Cícero Félix de Souza. A reunião ocorreu no Palácio dos Bandeirantes e durou cerca de 1h.

 

Reunião no Palácio do Bandeirantes nesta quinta-feira (5)

 

De acordo com a conversa na reunião, possivelmente, deverá ser anunciado a redução das classes da categoria. Se o anúncio for feito conforme o pedido do Sindasp-SP, as classes deverão de fato ser reduzidas de 8 para 6.

 

No entanto, não podemos ainda fazer tal afirmação, pois, de acordo com o presidente Grandolfo, não foi possível ler o projeto, que deverá ser apresentado somente na próxima terça-feira. “Só vamos anunciar de fato na terça-feira quando virmos o projeto. Até lá ainda temos desconfiança e não queremos cair em nenhuma pegadinha”, disse Grandolfo.

 

O governador reconheceu a importância do Sindasp-SP como instituição e resolveu receber o sindicato após diversas manifestações e atos públicos realizados em São Paulo. Foram quatro reuniões com o governador, além de outras com secretários de Estado: cinco com a Casa Civil, três com a Gestão Pública, e diversas outras com a Administração Penitenciária. Todas as reuniões, tanto com o governador quanto com os secretários, foram intermediadas pelo deputado federal e presidente nacional da Força Sindical, Paulo Pereira, o Paulinho da Força. Paulinho esteve pessoalmente com o governador e pediu que o Sindasp-SP fosse recebido em suas reivindicações.

 

AUDIÊNCIA: Coincidência ou não, Alckmin fará o anúncio justamente na terça-feira (10), data em que o sindicato conseguiu uma audiência de negociação junto ao Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP).

 

A negociação salarial entre Grandolfo e Alckmin teve início em 21/02/2013, quando a pauta foi protocolada em mãos ao governador, no Palácio dos Bandeirantes. Agora, como representante oficial e detentor da carta sindical estadual, as negociações deverão fluir com mais agilidade.

 

Leia tudo sobre a conquista da carta sindical estadual do Sindasp-SP na edição número 37 do jornal do sindicato, que começou a ser distribuído nesta quinta (5). Não perca essa edição histórica. 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.