Apreensões nas unidades de Mongaguá, Jardinópolis e Irapuru

0
120

Mongaguá

Houve apreensão de droga e celulares no Centro de Progressão Penitenciária “Dr. Rubens Aleixo Sendin”, o CPP de Mongaguá, na madrugada deste domingo, dia 14.

Por volta de 1h00, um policial penal escalado numa torre de segurança flagrou quando indivíduos começaram a arremessar pacotes por cima do muro da unidade prisional. Imediatamente, o alarme foi acionado e os suspeitos fugiram se escondendo na vegetação ao redor. Porém, os pacotes foram apreendidos para averiguação. Nos embrulhos havia 13 celulares, 54 carregadores, 34 baterias, 6 fones de ouvido e 1 carregador externo, além de 880 gramas de maconha.

A direção do CPP de Mongaguá encaminhou o material apreendido para a Delegacia Sede de Mongaguá, onde registrou Boletim de Ocorrência. Também foi aberto um procedimento disciplinar apuratório para investigação do caso.

Jardinópolis

Policiais Penais do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) de Jardinópolis apreenderam k4, popularmente conhecida como maconha sintética, durante vistoria nas encomendas que chegam aos reeducandos. A droga foi enviada pela própria mãe do preso e estava camuflada em um par de tênis, embaixo das palmilhas.

O flagrante ocorreu nesta segunda-feira (15). O procedimento de revista foi realizado na presença do destinatário. Ao todo, foram apreendidos 1.345 micropontos do entorpecente.

Ao ser questionado, o detento confirmou que realmente havia solicitado que sua mãe enviasse a droga por Sedex, para que ele pudesse comercializá-la dentro da unidade prisional.

A direção do Centro de Progressão registrou boletim de ocorrência para investigação da Polícia Civil. Também foi instaurado um procedimento disciplinar interno para apurar o caso.

Irapuru

No último domingo (14), a visitante de um sentenciado da Penitenciária de Irapuru tentou adentrar na unidade com objeto ilícito. Durante o procedimento de revista, foram localizados escondidos e costurados no cóz da calça 10(dez) papelotes retangulares de cor amarela aparentando ser a suposta droga sintética conhecida como K4. A visitante e o material apreendido foram encaminhados à Delegacia de Polícia para as devidas providências, instaurando-se procedimento disciplinar para averiguação dos fatos.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.