ASP cria abaixo-assinado em repúdio ao baixo índice de reajuste divulgado pelo governo

0
23

O agente de segurança penitenciária (ASP), Rozalvo José da Silva, indignado com o índice de reajuste anunciado pelo governador Geraldo Alckmin para a categoria, decidiu criar um abaixo-assinado para externar a revolta dos servidores estaduais. “É importante mobilizar os servidores enquanto o projeto está em tramitação. Queremos um reajuste digno, já que, com esse reajuste que nos foi dado, o governo não demonstra nenhuma dignidade para com a categoria”, disse o autor do abaixo-assinado. â–ºClique na imagem ao lado para assinar.

Segundo o anúncio do governador, feito no último dia 4, o piso salarial dos servidores públicos será reajustado em 3,5% a partir de 1º de fevereiro. O portal do governo destaca que “professores e servidores da área da segurança pública terão reajustes diferenciados de 7% e 4%, respectivamente”. Até o momento o Projeto de Lei do Executivo não aparece na página de proposições da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp).  

O abaixo-assinado criado pelo ASP destaca: (SIC) “Nós, abaixo assinados, Servidores do Sistema Penitenciário e cidadãos paulistas, vimos á público externar nossa REVOLTA e REPÚDIO á divulgação, por parte do Governador do Estado de São Paulo de conceder ínfimos 3,5% de reajuste aos servidores penitenciários e demais carreiras do Serviço Público, á partir de 1º de fevereiro de 2018”.

Rozalvo aponta ainda que “desde 2013 este governo não repõe as perdas salariais decorrentes da inflação anual, conforme preconiza a Constituição Federal em seu Art. 37, X que ultrapassam 32% no período”. O documento descreve que “a reposição oferecida (3,5%) além de ser uma afronta e demonstração de desrespeito aos Servidores, demonstra, pura e exclusivamente, uma tentativa de “campanha eleitoral” antecipada, visto ser este, ano de eleições”.

“Caso não haja negociação visando recompor de forma justa e honesta nossos salários, seremos forçados a tomar medidas políticas, inclusive, se necessário, paralisação das atividades, em busca de justiça e respeito”, finaliza o documento disponível no site “Petição Pública” para a assinatura e participação de todos. â–º Assine agora.

Sobre o índice de reajuste, o presidente do Sindasp-SP, Valdir Branquinho, divulgou nota à categoria. “Manifesto todo meu repúdio e frustração, diante da divulgação, pelo governo estadual, de um índice de reajuste irrisório à categoria. Uno-me, neste momento, com tantos companheiros que esperavam um pouco mais por parte do governador. Fica claro que não nos viram como deveríamos ser vistos, ficando o índice muito longe da valorização que merecemos como profissionais da segurança pública”, disse Branquinho.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.