ASPs flagram visitantes com maconha no macarrão e na vasilha de picadinho

0
139

RELATÓRIO PUBLICADO PELA SAP

Agentes penitenciários flagram visitantes com maconha no macarrão tipo penne e na vasilha de picadinho – Apreensões em unidades do Estado – 21/09 e 22/09

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa sobre as tentativas de burlar a vigilância de agentes penitenciários no último final de semana, 21 e 22 de setembro. Todos os casos foram registrados por meio de boletim de ocorrência e os visitantes flagrados foram automaticamente suspensos do rol de visitas. Em cada uma das apreensões, os presos ficam isolados e respondem a Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade daqueles que receberiam os materiais ilícitos.

São José dos Campos

Uma visitante foi surpreendida com maconha em uma macarronada que trazia para o companheiro no Centro de Detenção Provisória de São José dos Campos, domingo, dia 22/09. Após somarem a quantidade da erva, os agentes do presídio apreenderam 10g da droga com a mulher, que tem 19 anos. O caso ocorreu depois de uma revista nos pertences trazidos pela moça. Os servidores encontraram o entorpecente em pequenas porções dentro das unidades do macarrão (do tipo penne)em uma vasilha.

 

São Vicente

Na portaria do Centro de Detenção Provisória “Luis César Lacerda”, o CDP de São Vicente, no domingo, dia 22/09, uma mulher foi pega com drogas antes de chegar ao presídio. Os agentes apreenderam 47g de maconha. No período da manhã, ao passar pelo procedimento de revista por escaneamento corporal, foi identificado um objeto estranho na região genital da jovem, de 18 anos. Ao ser questionada pelas servidoras do presídio, ela admitiu que trazia material ilícito em um invólucro dentro do corpo, que retirou espontaneamente em local reservado.

Suzano

No Centro de Detenção Provisória de Suzano no domingo, dia 22/09, agentes de segurança apreenderam quase 300g de entorpecentes e um microcelular com os visitantes. No início da tarde, o pai de um preso foi flagrado com drogas na roupa íntima. Ao ser revistado pelos servidores, foi identificado um volume atípico em suas vestes. Ao passar pelo aparelho de escâner corporal, foi confirmado que o homem trazia dois invólucros dentro da cueca, um com 252,10g de cocaína e outro com 45,20g de maconha. No segundo caso, a companheira de um detento foi pega após imagens geradas pelo escâner corporal. Na ocasião, as agentes encontraram um objeto estranho na região pélvica da mulher. Questionada, ela negou a infração e, então, foi encaminhada para o Pronto Socorro do município. Após os exames de raio-X, foi constatado que a mulher trazia um invólucro com um microcelular no ânus.

  

Santo André

Durante o procedimento de revista mecânica de alimentação, realizado no Centro de Detenção Provisória de Santo André, no último sábado, 21/09, os agentes de segurança penitenciária apreenderam maconha escondida em uma vasilha com carne picada. O recipiente com a alimentação e os entorpecentes era levado por uma visitante.

 

Capital

Agentes de segurança do Centro de Detenção Provisória Chácara Belém II flagraram uma visitante tentando entrar com entorpecente na unidade prisional. A apreensão ocorreu no último sábado, 21/09, a partir da revista realizada no escâner corporal, que constatou 265 pontos de substância análoga à droga sintética K-4 escondidos na sola do calçado da visitante.

Osasco

No domingo, 22/09, no Centro de Detenção Provisória II “Éderson Vieira de Jesus”, de Osasco, entorpecentes foram apreendidos com visitantes. A irmã de um sentenciado escondia no forro de sua roupa íntima (calcinha) dois invólucros com cocaína e à maconha. O segundo flagrante, também realizado pelo irmão de um preso, identificou material característico à maconha escondido no chinelo do visitante. As apreensões foram realizadas a partir das imagens do aparelho escâner corporal, durante o procedimento de revista.

    

Mauá

No sábado, 21/09, os servidores do Centro de Detenção Provisória de Mauá apreenderam um aparelho celular com uma visitante. O telefone estava em um invólucro, oculto no corpo da mulher, e foi visto a partir das imagens do aparelho de revista, escâner corporal. Ao ser indagada se levava algum ilícito, a visitante negou, sendo necessário encaminhá-la ao hospital da região para exames médicos, que constataram que a mesma estava com um invólucro em seu corpo. O mesmo foi retirado em procedimento médico.

Flórida Paulista

Na Penitenciária “AEVP Cristiano de Oliveira” de Flórida Paulista, dia 21/09, uma visitante passou pelo detector de metais, quando o aparelho emitiu sinal sonoro, indicando metal no corpo da mulher. Diante disso, a visitante foi submetida ao escâner corporal, que acusou uma imagem suspeita no pé. Desconfiados de que poderia ter algum objeto escondido no chinelo da senhora, servidores passaram o calçado em revista no aparelho de raio-x e depois foi confirmado uma placa de aparelho celular na sola do calçado.

Lavínia

Em 21/09, na Penitenciária “Luís Aparecido Fernandes”, a PII de Lavínia, uma visitante passou pelo escâner corporal quando foi verificado que trazia algo suspeito. Indagada, ela alegou que trazia um aparelho micro celular, posteriormente vindo a retirar e entregar voluntariamente. No dia seguinte, outra jovem passou pelo escâner corporal quando foi verificado que havia algo suspeito em seu corpo. Indagada, ela alegou que trazia uma porção de cocaína, vindo a retirar e entregar voluntariamente. Em uma segunda ocorrência, uma mulher passou pelo mesmo escâner quando o equipamento apontou algo estranho. Ao ser questionada, a visitante alegou que trazia uma folha de papel entorpecente “K4”, vindo a retirar e entregar voluntariamente. Em uma última ocorrência, uma visitante passou pelo escâner corporal quando foi verificado que trazia algo suspeito. A moça negou o fato, sendo necessário encaminhá-la ao hospital para exame raio x onde foi confirmada a suspeita. A mulher retirou voluntariamente e entregou um invólucro contendo cocaína.

   

Martinópolis

Dia 22/09/2019, às 11h00, na Penitenciária Tacyan Menezes de Lucena”, de Martinópolis, uma senhora tentou entrar na unidade com um invólucro na extremidade da virilha contendo maconha. O invólucro foi constatado nas imagens do escâner corporal.

 

Oswaldo Cruz

Na Penitenciária de Oswaldo Cruz, no dia 21/09, durante os procedimentos de revista dos materiais trazidos por visitantes, uma mulher foi flagrada com um anel escondido na tampa de uma garrafa de água.

Valparaíso

Na Penitenciária de Valparaíso, durante procedimento de revista no escâner corporal, o aparelho apontou algo suspeito nas partes íntimas de uma visitante. Indagada, a referida confessou portar um invólucro com um aparelho celular. Após aberta a embalagem, foi constatado um celular sem identificação aparente.

Hortolândia

Três mulheres foram flagradas na Penitenciária “Odete Leite de Campos Critter”, Hortolândia II, durante o procedimento de revista de alimentos, no domingo, 22/09, com porções de haxixe misturadas em pacotes de fumo. Os flagrantes ocorreram simultaneamente após as visitantes passarem pelo raio-x.

Campinas

No Centro de Detenção Provisória (CDP) Campinas, no sábado, 21/09, mulheres foram pegas com ilícitos pelas agentes de segurança da unidade. As apreensões aconteceram durante o procedimento de revista, quando as moças passaram pelo escâner corporal e as imagens mostraram irregularidades. No primeiro flagrante, foram apreendidos 142g de maconha no cós da calça da companheira de um detento. A visitante disse que receberia a quantia de R$ 300 para entregar o entorpecente ao companheiro de outra visitante que também estaria na unidade prisional. Depois, outra mulher foi surpreendida com 26g de maconha no top.

Getulina

Uma mulher foi flagrada tentando entrar na Penitenciária “Osiris Souza e Silva” de Getulina com 48g de maconha e três selos contendo LSD escondidos na calcinha, durante procedimento de revista pelo escâner corporal, por volta das 8h45 de sábado, dia 21/09. Por conta da suspeita, o procedimento de inspeção foi realizado outras vezes, mas a imagem do escâner não sofreu alterações. Questionada, a visitante confessou aos servidores que tinha a intenção de entregar as drogas ao marido preso.

Ribeirão Preto

Uma mulher foi flagrada tentando entrar na Penitenciária de Ribeirão Preto com porções de maconha e cocaína escondidas em sua vagina, durante procedimento de revista pelo escâner corporal, por volta das 8h40 de domingo, dia 22/09. Após ter sido descoberta, a visitante foi encaminhada para uma sala reservada, onde, na presença de agentes femininas, retirou de sua genitália as drogas que entregaria ao companheiro preso.

Serra Azul

Uma mulher foi surpreendida tentando entrar na Penitenciária I de Serra Azul com maconha e cocaína escondidas em seu ânus, durante procedimento de revista pelo escâner corporal, por volta das 9h30 de domingo, dia 22/09. Questionada, a visitante confessou a irregularidade e foi levada até uma sala reservada, onde retirou de seu corpo as drogas que entregaria ao companheiro preso.

 

Iperó

Duas mulheres foram flagradas na Penitenciária “Odon Ramos de Maranhão”, em Iperó, durante o procedimento de revista, no sábado 21/09. No primeiro flagrante foram encontrados 230g de cocaína com a visitante. As servidoras responsáveis pela revista e operacionalização do escâner corporal perceberam alteração na imagem e indagaram a moça sobre o que se tratava. A mulher prontamente confessou que havia colocado o entorpecente em suas partes íntimas com o objetivo de entregar ao companheiro. No segundo caso, as agentes também perceberam alterações nas imagens, mas a mulher negou que estivesse com algo ilícito, tendo que ser levada a uma unidade de pronto atendimento. Após passar por exames clínicos ficou comprovado que a suspeita estava com 145g de maconha escondidos em suas partes íntimas.


Fonte: SAP

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.