ASPs impedem entrada de visitantes com acessórios para celular no meio de salsichas e 165 invólucros de maconha em pote de comida

0
204

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) divulgou relatório de apreensões realizadas em presídios do Estado no último final de semana.

Entre as apreensões, na Penitenciária 2 de Venceslau, os agentes de segurança penitenciária (ASP) impediram a entrada da mãe de um detento com dez adaptadores de celular escondidos dentro de um saco plástico com salsicha ao molho. Também na unidade, uma mulher também foi surpreendida tentando entrar com um frasco de desinfetante contento em bebida alcoólica não identificada.

Enquanto isso, na Penitenciária de Martinópolis, a companheira de um detento tentou entrar na unidade com 165 invólucros de maconha camuflados em um pote de comida.

Confira abaixo o relatório da SAP com a relação completa das apreensões feitas no Estado. De acordo com o relatório, todos os casos foram registrados por meio de boletim de ocorrência e os visitantes flagrados foram suspensos do rol de visitas, além da abertura de procedimento disciplinar para apurar os fatos.

Presidente Bernardes

Na Penitenciária “Sílvio Yoshihiko Hinohara” de Presidente Bernardes, no dia 18/05, por volta das 8h45, durante procedimento de revista no escâner corporal, uma visitante foi vista com uma porção de maconha e com a droga sintética “K4”, que estavam escondidas no forro de sua calcinha. No dia seguinte, 19/05, por volta das 8h10, durante procedimento de revista de pertences, uma visitante trazia para seu companheiro 13 alto-falantes para celular que estavam escondidos e costurados em duas bermudas. Na mesma data, uma terceira moça foi flagrada com celular que mantinha escondido em suas partes íntimas.

Mirandópolis

Na Penitenciária “Nestor Canoa”, em Mirandópolis, no domingo, dia 19/05, uma mulher foi impedida de entrar pelas servidoras do Estado por carregar um pacote plástico contendo um pó branco. Ao ser indagada, a visitante alegou tratar-se de leite em pó. Após insistência das agentes, a mulher confirmou que era, de fato, suplemento alimentar, item proibido nas unidades.

Osvaldo Cruz

No dia 19/05, às 8h10, uma visitante foi pega na Penitenciária de Osvaldo Cruz com diversos produtos proibidos dentro de um absorvente: eram 15 cartas de baralho, um extrato bancário contendo movimentação financeira e dois manuscritos com informações de depósitos e cadastros.

Lavínia

Na Penitenciária “ASP Paulo Guimarães, a P3 de Lavínia, servidoras conseguiram impedir, prontamente, que uma visitante entrasse, em 18/05, com duas placas de celular. A apreensão ocorreu depois que a mulher passou pelo escâner corporal, que apontou a irregularidade. O objeto estava acondicionado num invólucro confeccionado com fita de alta fusão, papel carbono, grafite em pó e introduzidos em sua genitália. Um dia depois, outra mulher tentou burlar a segurança tentando entrar com uma porção de maconha. A apreensão ocorreu depois que a visitante passou pelo equipamento de escâner corporal, que mostrou uma imagem suspeita. Ao ser questionada pelos funcionários se portava alguma irregularidade, primeira ela afirmou que não. Ao ser revistada novamente, foi encontrado maconha nos pertences de criança. Na Penitenciária “Luís Aparecido Fernandes”, a P2 de Lavínia, mais ocorrências. Desta vez, em 18/05, uma visitante passou pelo escâner corporal e foi constatado que ela escondia um micro aparelho celular no corpo. Um dia depois do caso, uma moça tentou levar para dentro da unidade um micro aparelho celular, também apontado pelo escâner corporal. Já na Penitenciária “Vereador Frederico Geometti”, a P1 de Lavínia, em 18/05, durante procedimento de revista, uma visitante escondia maconha no top colorido que vestia.

Andradina

Na Penitenciária “ASP Anísio Aparecido de Oliveira” de Andradina, no sábado, 18/05, por volta das 8h30, uma visitante passou pelo escâner corporal e foi observada a presença de algo estranho na altura da região pélvica, onde após ser questionada pela servidora da unidade, a visitante entregou, espontaneamente, um volume contendo maconha. No dia 19/05, uma outra mulher também passou pelo escâner corporal e foi flagrada com maconha no fundo da calcinha.

Tremembé

Uma mulher foi barrada ao tentar entrar com entorpecentes escondidos no corpo no Centro de Progressão Penitenciária “Dr. Edgard Magalhães Noronha”, o CPP de Tremembé, no domingo, dia 19/05. Ao todo, foram apreendidos 279g de entorpecentes que a visitante pretendia entregar a seu companheiro, recluso na unidade prisional. Por volta das 13h45, uma mulher, de 38 anos, foi submetida à revista por meio de escaneamento corporal. A partir das imagens geradas pelo aparelho, as servidoras identificaram volumes atípicos pelo corpo da suspeita. Questionada, a visitante admitiu que trazia dois invólucros com o total de 186g de maconha nas axilas e um pacote com 93g de cocaína entre os peitos.

Suzano

No Centro de Detenção Provisória (CDP) de Suzano uma mulher tentou burlar as regras, mas foi pega pelas servidoras do Estado com drogas escondidas na roupa íntima, no domingo, dia 19/05. O entorpecente seria entregue a seu irmão, recluso na unidade. Por volta das 10h, um visitante, de 19 anos, foi submetido à revista por meio de escaneamento corporal, quando foi identificado um objeto estranho na região pélvica do jovem. O rapaz trazia 72,1g de maconha e 98,3g de cocaína no forro de sua cueca.

Capital

Duas apreensões com visitantes foram registradas no Centro de Detenção Provisória I do Belém, zona leste. No sábado, dia 18/05, a companheira de um preso foi flagrada com uma porção de maconha escondida em seu elástico de cabelo. A segunda apreensão foi realizada também com a companheira de um detento, que levava duas placas de mini celular escondidas em seu corpo. O invólucro com os ilícitos estava em sua genitália e foi encontrado por revista no escâner corporal.

Ainda na capital, no Centro de Detenção Provisória I “ASP Vicente Luzan da Silva”, de Pinheiros, no sábado, dia 18/05, os agentes de segurança de plantão verificaram pelas imagens do escâner corporal que uma visitante estava com um pacote escondido em sua genitália. A princípio, a mulher negou estar com o invólucro, porém, ao ser questionada novamente, afirmou que levava 142g de cocaína.

Guarulhos

Agentes do Centro de Detenção Provisória I “ASP Giovani Martins Rodrigues”, de Guarulhos, no domingo, dia 19/05, apreenderam 170g de maconha no macarrão levado pela irmã de um preso. Os pacotes de entorpecentes foram encontrados durante revista da alimentação, realizada cotidianamente na unidade.

Santo André

Durante procedimento de revista mecânica, realizada pelo escâner corporal, os agentes de segurança do Centro de Detenção Provisória de Santo André notaram um volume anormal na região da cintura de uma visitante. Em local apropriado, a mesma afirmou que estava em posse de um ilícito e retirou o aparelho celular que estava oculto em sua roupa íntima.

São Bernardo do Campo

Duas visitantes do Centro de Detenção Provisória de São Bernardo do Campo foram surpreendidas, no último final de semana 18 e 19/05, com drogas sintéticas K4 e LSD. Em uma das apreensões, a visitante levava K4 em um maço de cigarros, que seriam, segundo a mesma, para consumo próprio. No domingo, o pai de um detento escondeu LSD em sua cédula de identidade e K4 nas barras de sua calça.

Osasco

No Centro de Detenção Provisória I “Éderson Vieira de Jesus” de Osasco, uma visitante foi impedida de entrar na unidade após ter sido encontrado ilícitos escondidos em sua roupa íntima. Durante procedimento de revista no escâner corporal, os agentes de segurança penitenciária identificaram uma anormalidade na região da cintura da mulher, que confirmou estar com cocaína e maconha em sua calcinha. No total, foram apreendidos dois pacotes com maconha.

Bauru

Uma mulher foi flagrada com 90,21g de maconha escondidas em sua vagina, durante procedimento de revista pelo escâner corporal do Centro de Detenção Provisória (CDP) “ASP Francisco Carlos Caneschi” de Bauru, no sábado, dia 18/05, por volta das 9h20. Questionada, a visitante confessou a irregularidade e, em sala reservada, retirou a droga de seu corpo.

Cerqueira César

Uma mulher foi flagrada tentando entrar na Penitenciária de Cerqueira César com um aparelho celular escondido em sua sacola de alimentos, durante procedimento de revista pelo escâner corporal da unidade, por volta das 9h de sábado, dia 18/05. Questionada, a visitante alegou que havia esquecido o telefone móvel no recipiente.

Ribeirão Preto

Uma mulher foi surpreendida por agentes de segurança ao tentar entrar no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Ribeirão Preto com mensagens escritas no avesso da calça. A “carta” continha informações suspeitas, que seriam entregues para alguns presos durante a visita. O flagrante ocorreu por volta das 9h de domingo, 19/05, quando a visitante foi submetida ao escâner corporal. Posteriormente, ela foi levada a uma sala reservada, onde agentes femininas confirmaram a irregularidade.

Serra Azul

Uma mulher foi impedida de entrar com 161g de maconha escondidas em seu sutiã, durante procedimento de revista pelo escâner corporal da Penitenciária II de Serra Azul, no domingo, dia 19/05. A visitante foi conduzida até uma sala reservada, onde retirou a droga da peça de roupa e a entregou para as agentes femininas. No momento do flagrante, ela estava com o filho de três meses de idade. A criança, contudo, ficou sob responsabilidade da avó paterna.

Hortolândia

Na Penitenciária “Odete L. Campos Critter, no dia 18/05, servidores localizaram, durante procedimento de revista manual na sacola “JUMBO” de um visitante, porções de haxixe em um pote de comida.

Piracicaba

No Centro de Detenção Provisória “Nelson Furlan”, servidoras impediram que uma visitante entrasse na unidade portando maconha que estava escondida no forro da calcinha que vestia no sábado, dia 18/05.

Guareí

Na Penitenciária “Nelson Vieira” de Guareí, uma mulher tentou entrar na unidade com maconha, no sábado, 19/05.O flagrante ocorreu depois que a visitante passou pelo escâner corporal que mostrou algo suspeito em suas partes íntimas. A mesma visitaria seu companheiro.

Casa Branca

No sábado, dia 18/05, por volta das 10h30, uma mulher passou pelo escâner corporal quando foi observada uma imagem inconclusiva na região vaginal. Ao ser questionada, a visitante confessou que portava maconha para levar até o companheiro, preso na unidade. Ela se propôs a retira o material em um local reservado. Na mesma unidade, no dia 19/05, a esposa de um sentenciado foi flagrada com 100g de maconha ocultadas em um fundo falso de uma vasilha plástica de macarrão.

Americana

No Centro de Detenção Provisória “AEVP Renato Gonçalves Rodrigues”, de Americana, uma mulher foi submetida ao equipamento de escâner corporal quando foi observado um objeto estranho na imagem gerada. Encaminhada a uma sala reservada, a visitante retirou da costura da manga de sua blusa uma porção de maconha e a entregou para a agente de segurança do local. Questionada, a mulher alegou que havia pedido para que outra visita comprasse uma blusa em uma barraca e que não sabia da existência do ilícito.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.