Inicio Geral Assembleia altera Estatuto do Sindasp-SP

Assembleia altera Estatuto do Sindasp-SP

0

 

Carlos Vitolo

Assessor de imprensa do Sindasp-SP
imprensa@sindasp.org.br

 

 

Após o governador Geraldo Alckmin (PSDB) ter sancionado o reajuste salarial da categoria no dia 25 do mês passado, uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) foi convocada para o dia 7 de novembro para discutir assuntos de interesse da categoria.

 

Conforme a convocação do edital, divulgado no site do Sindasp-SP e no jornal Agora SP, a primeira chamada para a reunião ocorreu às 19h, no entanto, teve início somente às 20h, em segunda e última chamada, com qualquer número de presentes como ordena o Estatuto.

 

A pauta da AGE deliberou sobre a aprovação de alterações no Estatuto do Sindasp-SP e o reajuste da mensalidade sindical, entre outros assuntos.

 

As alterações no Estatuto do Sindasp-SP se fizeram necessárias, já que, em parte, o mesmo estava ultrapassado e havia a precisão de se realizar as devidas adaptações à contemporaneidade. A Assembleia foi acompanhada pelo advogado do Sindasp-SP Jelimar Salvador.

 

Durante a reunião o projeto com as devidas alterações foi distribuído aos presentes e lido item por item para que todos acompanhassem e pudessem sugerir novas alterações.

 

Ao final da reunião diversos artigos foram alterados e outros novos foram acrescentados. Após a leitura, argumentações e alterações efetuadas pela Assembleia, o presidente do Sindasp-SP, Daniel Grandolfo, apresentou o mesmo para ser votado pela AGE. Conforme decisão da maioria absoluta dos presentes, todas as alterações foram aprovadas. O novo Estatuto está em fase de correção final, jurídica pelo advogado Jelimar Salvador e ortográfica-gramatical pelo jornalista Carlos Vitolo. Brevemente o Estatuto será disponibilizado aos filiados em área restrita do site.

 

A reunião também discutiu o reajuste da mensalidade sindical e a possibilidade de uma nova base de cálculo. O Sindasp-SP tem grandes pretensões de crescimento e desenvolvimento para os próximos anos, e isso já começou.

 

Desde 3 de outubro, quando a nova diretoria tomou posse, já foram inauguradas três novas sedes (Andradina, Lucélia e S. J. do Rio Preto) para melhor atender aos filiados. Em janeiro de 2012 está previsto a inauguração de uma sede em Sorocaba e mais outras três em outras regiões do Estado. Novos advogados foram contratados e hoje o jurídico conta com oito defensores.

 

Também está no projeto do Sindasp-SP construir uma sede própria em um espaço onde o filiado possa desfrutar com mais intensidade, conforto e, inclusive lazer, os benefícios do sindicato.

 

Tudo isso depende, além da vontade de crescer, de gestão financeira e investimento. A intenção da diretoria é de fato realizar a vontade dos filiados e tornar-se uma instituição ainda mais forte e reconhecida.

 

Entre as propostas e argumentos apresentados para o crescimento e desenvolvimento da instituição, a Assembleia sugeriu um reajuste na mensalidade sindical, o que, aliás, é comum ocorrer todos os anos após o reajuste no salário da categoria.

 

No entanto, para que se torne possível a manutenção do crescimento iniciado com a instalação das novas sedes e de outras já programadas para 2012, a Assembleia propôs que a base de cálculo da mensalidade fosse alterada. A fórmula utilizada é de 2% do salário-base + RETP do ASP II e a Assembleia sugeriu que fosse alterada para 2% do salário-base + RETP do ASP IV.

 

Após as argumentações, a proposta foi colocada em votação e aprovada pela maioria absoluta. Portanto, a partir de dezembro, o holerite dos filiados contará com o reajuste da mensalidade sindical, que passará para R$31,79. Com o reajuste, a participação todos, e uma gestão administrativa voltada para o crescimento da instituição, será possível realizar o projeto de crescimento acima citado.

 

A Diretoria Executiva do Sindasp-SP agradece à Assembleia Geral Extraordinária, que votou e aprovou a proposta, e aos filiados, por entenderem que é tempo de crescer.

 

O 35º presidente dos Estados Unidos, John Fitzgerald Kennedy (1917-1963), certa vez destacou "o conformismo é carcereiro da liberdade e o inimigo do crescimento". O Sindasp-SP não se conforma com o desprezo, abandono, falta de condições de trabalho mais dignas e um salário mais justo diante das condições de risco de morte que todos vivem no exercício de suas funções.

 

Obrigado a todos, somos o resultado da confiança, da luta, da força e da participação de cada um de vocês.

 

Direitos reservados. É permitida a reprodução da reportagem em meios impressos e eletrônicos, somente com a citação do crédito do jornalista e da Instituição Sindasp-SP (sob pena da Lei 9.610/1998, direitos autorais)

Sem comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile