CDP de Rio Preto já conta com três raios automatizados

0
32

Colaborou com a reportagem, Gian Nascimento (Estagiário da Assessoria de Imprensa)

 

A automatização nas unidades prisionais do Estado segue a todo vapor. O Centro de Detenção Provisória (CDP) de S. J. do Rio Preto, com três raios automatizados, caminha para ser a segunda unidade prisional 100% automatizada.

 

 

No início deste mês, o diretor da Regional do Sindasp-SP em Rio Preto, Donizete de Paula Rodrigues, esteve no CDP para acompanhar a instalação dos maquinários e conhecer o funcionamento da celas já automatizadas. O Agente de Segurança Penitenciária e filiado do Sindasp-SP, Alessandro Oliveira de Jesus, que está trabalhando como eletricista da unidade no suporte da automação foi quem apresentou o processo ao sindicalista.

 

 

Também estiveram na visita o secretário da regional, Nelson Barbosa da Silva Junior, o tesoureiro, José Augusto Aguiar Medina, o diretor técnico III, Alecssandro Junior Petek, o diretor de Segurança, Walcrei Bosso, a diretora Administrativa, Sandra Brocanelli e o diretor de agentes de escolta e vigilância penitenciária (AEVP), Paulo Sérgio.

 

 

O Início

 

No último dia 24 de junho, o presidente do Sindasp-SP, Daniel Grandolfo, visitou a penitenciária de Dracena, a primeira unidade 100% automatizada do Estado.

 

Na ocasião, Grandolfo destacou a luta enfrentada pelo sindicato para realizar o sonho de ter todas as unidades prisionais do Estado automatizadas.

 

“Foram anos de luta, muitos quiseram evitar a automatização nas unidades, mas já é uma realidade. Com a automatização as agressões aos ASP’s chegaram ao fim. O contato com o preso é mínimo, garantindo assim a integridade física dos servidores”, afirmou o presidente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.