CPI de suposta omissão do Estado em ataques a policiais

0
12

A Bancada do PT na Assembleia Legislativa apresentou pedido de abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a responsabilidade de agentes públicos e políticos da área da segurança pública do governo paulista, que, segundo os petistas, deixaram de adotar providências com relação à onda de ataques a policiais militares e seus familiares, mesmo após terem sido comunicados pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Estadual.

 

Nos últimos dias, a imprensa divulgou que relatórios que registram conversas telefônicas entre bandidos, nas quais são dadas ordens de morte a PMs, e que seriam do conhecimento das autoridades do Estado há pelo menos três meses. O requerimento de CPI enfatiza que “a omissão das autoridades públicas redundou em dezenas de mortes que poderiam ter sido evitadas e que não podem ficar impunes, impondo uma investigação rigorosa.”

 

Para o líder da bancada petista, deputado Alencar Santana, “os fatos são graves e exigem uma manifestação firme do Poder Legislativo que não pode assistir inerte ao avanço da violência que assola a população do Estado.”

 

Pelo regimento da Assembleia Legislativa, para que um pedido de CPI possa ser protocolado são necessárias 32 assinaturas, ou seja, um terço dos deputados da Casa. Já assinaram os deputados do PT, e outros quatro deputados ” dois do PCdoB, um do PSOL e Olimpio Gomes (PDT).

 

Fonte: Alesp

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.