CRC capacita servidores da área da saúde nas unidades prisionais

0
20

Aconteceu na sala de reuniões da Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Central do Estado de São Paulo (CRC), nos dias 20, 21 e 22 de outubro, um curso de Capacitação de Testes Rápidos Anti-HIV, Sífilis e Hepatite que teve como objetivo instruir os servidores da área da saúde das unidades subordinadas e, desta forma, ampliar a ação de oferta dos testes rápidos nas unidades prisionais.

 

O evento, que foi idealizado e realizado pela diretoria do Centro Regional de Atenção à Saúde da População Prisional da Região Central, em parceria com a Escola de Administração Penitenciária (EAP), contou com a participação de 22 profissionais, sendo 16 da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) e seis servidores municipais, que atuam na SAP, através de uma parceria que foi firmada com o Centro de Referência e Treinamento DST/Aids, que atua nos municípios.

 

Os testes rápidos promovem agilidade de resultados, permitindo o rápido encaminhamento dos reeducandos para assistência e tratamento médico. A prevenção e o diagnóstico precoce de doenças são uma das finalidades desse programa desenvolvido pela Coordenadoria de Saúde da SAP, que promove uma melhor qualidade de vida aos presos.

 

Na ocasião, os participantes aprenderam a execução, leitura e interpretação dos resultados dos testes rápidos, que são realizados em até 30 minutos. Além disso, são de fácil manuseio e não necessitam de estrutura laboratorial. São recomendados para testagens presenciais e podem ser realizados com amostra de sangue obtida por punção venosa, da polpa digital ou com amostras de fluido oral.

 

O curso foi ministrado pelos diretores técnicos de saúde Ana Paula Batista Ramos (Penitenciária “Dr. Danilo Pinheiro” I de Sorocaba); Rodrigo Aparecido Martins Aranha (CDP de Sorocaba); Thaís Ricci de Guimarães (Penitenciária III de Hortolândia); Vanderlei Lopes Pereira (Centro de Progressão Penitenciária de Porto Feliz) e Rosana Aparecida Romão de Queiroz (Penitenciária de Capela do Alto).

 

Fonte: Renato Venturini – CRC

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.