Diretor de presídio é suspeito de tentar dar celular a presos

0
38

A SAP (Secretaria da Administração Penitenciária) afastou anteontem do cargo o diretor-geral da Penitenciária 1 de Mirandópolis (594 km de SP), Paulo Sérgio da Silva.

Segundo funcionários do presídio, ele é suspeito de tentar repassar telefones celular a presos.

Agentes penitenciários disseram que a irregularidade aconteceu no último dia 17, quando Silva foi vistoriar uma obra em um dos raios (pavilhão) da unidade.

De acordo com agentes, Silva entrou no banheiro dos presos, em vez de usar o privativo dos funcionários, e demorou cinco minutos.

Fonte: Agora São Paulo

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.