Diretores do Sindasp participam de ato contra o PLP 257 junto com agentes fiscais de rendas

0
32

 

 

Um grupo de diretores do Sindasp-SP participou no final da manhã desta terça-feira (31), em Presidente Prudente, de um manifesto contra o Projeto de Lei Complementar nº 257/16, junto com agentes fiscais de rendas do Estado de São Paulo.

 

O projeto, que é de autoria do Executivo federal, tramita na Câmara dos Deputados e estabelece o chamado “Plano de Auxílio aos Estados e ao Distrito Federal”. Entre as medidas estão o alongamento do contrato da dívida com a União por 20 anos e o refinanciamento das dívidas com o Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES).

 

Servidores de todo o País ficaram insatisfeitos com a proposta, tendo em vista que os governos estaduais ficarão “proibidos” de conceder vantagens, aumentos, reajustes ou adequação de remunerações a qualquer título, durante os 24 meses, ressalvadas as decorrentes de atos derivados de sentença judicial e a revisão prevista no inciso X do art. 37 da Constituição Federal, conforme descreve o artigo 3º do projeto. Além disso, o artigo 4º relata o aumento da contribuição previdenciária e elevação das alíquotas dos servidores de 11 para 14%.

 

Os diretores do Sindasp-SP junto com os agentes fiscais de rendas repudiaram o projeto, já que o mesmo terá impacto negativo na qualidade do serviço público e acarretará prejuízo aos servidores.

 

Em 4/4, diretores do Sindasp-SP também participaram em São Paulo de uma manifestação, em frente ao Palácio dos Bandeirantes, contra o Projeto de Lei Complementar nº 257/16. Confira algumas fotos do manifesto realizado em Presidente Prudente.

 

 

 

 

 

 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.