Dirigentes da FEBRASP vão ao MJ pedir a sanção do PLC 087-11

0
18

Dando encaminhamento à luta pelo porte de arma nacional dos Agentes Penitenciários, dirigentes da FEBRASP – Federação Brasileira dos Servidores Penitenciários – percorreram, na última semana, vários gabinetes do Ministério da Justiça (MJ) a fim de apresentar suas razões para a sanção do PLC 87-11.

 

 

Dentre os vários gabinetes visitados, na Secretaria de Assuntos Legislativo do MJ o Secretário Chefe, Dr Marivaldo de Castro Pereira, ouviu os argumentos dos representantes da categoria e informou que o Ministro da Justiça José Eduardo Cardoso vai se posicionar sobre o tema somente após ouvir todos os órgãos do ministério que tratam da matéria.

 

Os dirigentes sindicais disseram da importância de também serem ouvidos pelo MJ e que já haviam oficializado uma solicitação de audiência com o ministro Cardoso para antes da decisão da presidenta Dilma. Na reunião foram aventados alguns pontos que motivariam o veto da presidente, entre eles, a utilização do porte de arma para outras atividades profissionais, o popular “bico”.

 

Os representantes contra argumentaram citando a onda de violência contra membros da categoria e a inercia do estado em estabelecer políticas efetivas de proteção aos seus agentes. Também foram discutidas as possibilidades do estado exercer melhor controle sobre as armas utilizadas pelos agentes a partir da sanção do projeto.

 

“Estamos dispostos a continuar dialogando com o governo, porém o tempo urge e precisamos de um sinal do MJ”, disse Wesley Bastos, Secretário Geral da FEBRASP, concluindo que uma mobilização nacional está em curso, incluindo uma grande concentração em frente ao Ministério da Justiça. Até lá, a categoria aguarda a audiência com o Senhor Ministro da justiça.

 

Fonte: FEBRASPEN

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.