Filiados que não quiserem mais pagar o Iamspe podem ingressar com ação na Justiça

0
55

 

 

O Departamento Jurídico do Sindasp-SP prepara uma ação para os filiados que tiverem interesse em deixar de utilizar o convênio do Iamspe (Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual).

 

Além das reclamações do atendimento que tem deixado a desejar, da falta de diversas especialidades e a deficiência no agendamento de exames, somente os servidores contribuem, já que o governo não repassa sua parte de 2% ao instituto.

 

Ao ingressar no Estado, o servidor passa automaticamente a contribuir e não tem a possibilidade de optar pelo convênio. No caso de agregar familiares, o servidor tem o prazo de apenas seis meses, após esse período não é possível adicionar mais ninguém ao convênio.

 

A ação proposta pelo Sindasp-SP é individual e os interessados deverão procurar uma das sedes regionais para obter mais informações com o Departamento Jurídico e os diretores administrativos.

 

Vale lembrar que, uma vez conquistado via ação judicial o direito de deixar de pagar o convênio do Iamspe, a volta é irreversível e não será mais possível retornar. “É preciso que o filiado pense bem antes de ingressar com a ação individual, depois não tem mais como voltar atrás para utilizar o Iamspe”, disse o presidente do Sindasp-SP, Daniel Grandolfo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.