Geraldo Alckmin é diplomado em meio a aplausos

0
17


O último político a receber o diploma do TRE foi também o mais festejado. Geraldo Alckmin foi aplaudido de pé na plenário Juscelino kubitschek da Assembleia Legislativa. O governador eleito disse que a cerimônia de diplomação representa um dos pontos altos da democracia. ‘O povo decidiu nas urnas.

Escolheu seus representantes para os governos federal e estadual e para o Senado, Câmara dos Deputados e Assembleia Legislativa. Agora é hora de fazermos a nossa parte. Por isso, este é um momento de alegria. Tenho a honra de servir o povo de São Paulo com um trabalho que será baseado na eficiência e na honestidade.’

Alckmin acrescentou que pretende dar continuidade às realizações do governo de José Serra, que classificou como um ‘bom trabalho’. Disse que em sua gestão pretende fortalecer a economia das diversas regiões do Estado e priorizar a área social: educação, saúde e segurança pública .

Formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Taubaté, no interior de São Paulo, Geraldo José Rodrigues Alckmin Filho é especializado em anestesiologia. É casado com Maria Lúcia Alckmin e tem três filhos: Sophia, Geraldo e Thomaz.

Sua carreira política começou em 1972. Aos 19 anos, pelo MDB, foi o vereador mais votado em sua cidade natal. Tornou-se presidente da câmara municipal e, posteriormente, o mais jovem prefeito de Pindamonhangaba. Elegeu-se deputado estadual e deputado federal pelo PMDB.

Em 1988, foi um dos fundadores do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Elegeu-se vice-governador na chapa de Mário Covas em 1994. No ano 2000, foi candidato derrotado na eleição para prefeito de São Paulo. Em janeiro de 2001 com o afastamento de Covas por motivo de saúde, Geraldo Alckmin se tornou governador de São Paulo interinamente.

Com a morte de Mário Covas, tomou posse definitivamente. Reelegeu-se em 2002, mas por ter exercido uma parte do mandato de Covas, Alckmin não poderia concorrer novamente à reeleição em 2006.

No entanto, tornou-se o candidato de seu partido à Presidência da República e chegou ao segundo turno, na disputa com Luiz Inácio Lula da Silva. Derrotado, passou algum tempo em Washington, nos Estados Unidos, estudando economia.

Em 2008 foi candidato à prefeitura paulistana. Depois, ocupou o cargo de secretário de Desenvolvimento do Estado de São Paulo. Nas eleições de 2010 foi eleito governador do Estado de São Paulo em 1º turno, com 50,63% dos votos válidos. Foi considerado pela revista Época um dos cem brasileiros mais influentes do ano de 2010.

Fonte: Alesp
__________________
IMPRENSA SINDASP-SP
imprensa@sindasp.org.br

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.