Grandolfo e outros líderes sindicais se reúnem com relator da reforma da Previdência

0
43

O presidente do Sindasp-SP, Daniel Grandolfo, e líderes sindicais dos agentes penitenciários de outros estados, estiveram reunidos no início da noite de terça-feira (7), em Brasília-DF, com o relator da reforma da Previdência, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA).

Os sindicalistas foram buscar o apoio do relator para que a categoria seja retirada da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/16, que trata da reforma da Previdência. Durante toda a tarde os líderes participaram de uma audiência pública da Comissão Especial sobre a reforma da Previdência, que discutiu as aposentadorias de profissionais envolvidos nas atividades de risco.

De acordo com Grandolfo, o relator disse que ele não pode por si mesmo retirar os agentes penitenciários da PEC 287/16 em seu relatório. Maia orientou os líderes sindicais a buscarem o apoio dos deputados, nas lideranças dos partidos e na Comissão Especial.

Durante toda a quarta-feira (8) os sindicalistas fizeram contato nos gabinetes dos deputados em busca do apoio necessário para que os agentes penitenciários fiquem de fora da reforma previdenciária.

Conforme o relator, a proposta deve ser aperfeiçoada na comissão, mas a direção das mudanças ficará clara somente após o encerramento da fase de apresentação das emendas. O parecer do relator deverá ser discutido e votado na primeira quinzena de abril.

A reforma tratada na PEC 287/16 estabelece a idade mínima de 65 anos para a aposentadoria. No entanto, atingir 65 anos com menos de 25 anos de contribuição ou 25 anos de trabalho sem os 65 anos de idade não dão direito à Previdência, já que é necessário a combinação dos fatores para requerer a aposentadoria.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.