Iamspe faz alerta sobre os riscos do tabagismo e dá sugestões para largar o vicío

0
26

O tabagismo é uma doença crônica caracterizada pelo consumo de produtos derivados do tabaco e pela intensa dependência química de nicotina. 

As doenças associadas ao tabagismo são de três grandes grupos: respiratórias, cardiocirculatórias e neoplásicas (tumores). São mais de 50 patologias que reduzem a expectativa e a qualidade de vida dos fumantes que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), somam mais de 1,1 bilhão de pessoas em todo o mundo. 

Pesquisas apontam que a fumaça do cigarro possui mais de 4.000 partículas tóxicas, entre elas a nicotina (responsável pela dependência) e o monóxido de carbono (responsável por diminuir a quantidade de oxigênio circulante no pulmão), além de várias substâncias cancerígenas.

O Brasil adota medidas importantes para conter o vício, como a proibição do fumo em lugares fechados, a proibição da venda de cigarros a menores, a advertência obrigatória nos maços de cigarro sobre males do tabaco e a ratificação da Convenção-Quadro para o Controle do Tabagismo. No entanto, a taxa de incidência do tabagismo na população adulta ainda é alta: em torno de 17%.

Abandonar o vício

Oitenta por cento dos fumantes demonstram intenção de parar de fumar, mas apenas de 3% a 5% conseguem fazê-lo espontaneamente.

“Quando os fumantes recebem orientação de um profissional de saúde, essa taxa sobe para 15%. Se associarmos o tratamento farmacológico, as taxas de abstinência em um ano chegam a 40%”, revela a diretora do Serviço de Doenças do Aparelho Respiratório do Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE), Maria Vera Cruz Oliveira.

Algumas dicas podem ajudar o fumante a abandonar o cigarro, lembra a médica do HSPE. O fumante deve escolher uma data e se preparar para esse dia. Também deve saber que podem ocorrer crises de abstinência que vão causar irritação, ansiedade, dor de cabeça e falta de concentração.

Para combater essas crises, a médica recomenda manter balas sem açúcar por perto ou mastigar pedaços de canela, gengibre, cravo, cenoura e maçã. Outra dica é manter as mãos ocupadas, fazer exercícios de relaxamento e praticar atividades físicas.

No próximo dia 06 de junho, das 10 às 11 horas, será transmitida a videoconferência “Tabagismo: apague essa ideia”, que pode ser assistida ao vivo com possibilidade de fazer perguntas ao palestrante por e-mail.

Fonte: Iamspe

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.