Liderança partidária cria comissão e PECs ficam suspensas por três semanas

0
35

Liderança partidária cria comissão e PECs ficam suspensas por três semanas

Carlos Vitolo
Assessoria de imprensa do Sindasp-SP

Diretores e associados do Sindasp-SP (Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária do Estado de São Paulo) estiveram desde a manhã de terça-feira (9), em Brasília-DF, acompanhando uma possível discussão, votação e aprovação da PEC 308 (Proposta de Emenda à Constituição) que cria a Polícia Penal e que, oficialmente, foi inclusa na Ordem do Dia.


Líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), anunciando aos agentes sua proposta de que as PECs somente retornassem para análise após as eleições de outubro

A instituição foi à capital federal com dois ônibus e cerca de 80 agentes associados do Sindicato que, com muito esforço, abriram mão de suas atividades, efetuaram trocas de horário com outros companheiros foram a Brasília engrossar o coro de todos que lutam pela aprovação da PEC da Polícia Penal. Outros estados e instituições também estiveram na capital federal ao lado da liderança nacional da categoria. No total, cerca de 800 agentes penitenciários se reuniram em Brasília.

Na reunião entre Temer e o Colégio de Líderes, ficou definido que as votações das PECs ficarão suspensas nas próximas três semanas. A decisão também aponta que haverá uma reunião na próxima terça-feira (16) onde os líderes definirão os projetos prioritários e estabelecerão um calendário de votação para o semestre.

Os líderes partidários decidiram criar uma comissão que irá analisar as Emendas à Constituição e, segundo informações da Câmara, estariam prontas para serem analisadas. No total, segundo as informações, são 63 PECs que estão prontas para irem a Plenário. A comissão será formada apenas por líderes e deverá definir os critérios de votação.

A proposta de cancelar a votação das PECs foi sugerida pelo líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP). Inicialmente, a proposta original do deputado era de que as PECs somente retornassem para discussão e análise dos parlamentares após as eleições de outubro.

Apesar de mais vez a votação da PEC 308/04 ter sido adiada, os agentes penitenciários deram demonstração de força e união em Brasília. Ao som de uma só voz, os agentes cantavam pelos corredores da Câmara: ?Eu… sou brasileiro… com muito orgulho… com muito amor…?. Ainda, num gesto de união, patriotismo e desejo de aprovação da PEC 308, a categoria por várias vezes emocionou a todos que passavam entoando, a uma só voz, o Hino Nacional Brasileiro.

?Ouviram do Ipiranga as margens plácidas. De um povo heróico o brado retumbante. E o sol da Liberdade, em raios fúlgidos. Brilhou no céu da Pátria nesse instante […]?. Que os parlamentares ouçam o brado heróico e retumbante dos agentes penitenciários de todo o Brasil. E que brevemente a categoria possa ser reconhecida constitucionalmente e ter a liberdade de se sentir filhos desta Pátria amada, e então, ?verás que um filho teu não foge à luta… Pátria amada Brasil?.
____________
Direitos reservados. É permitida a reprodução da reportagem em meios impressos e eletrônicos, somente com a citação do devido crédito (sob pena da Lei 9.610/1998, direitos autorais). Coloque o crédito do autor logo abaixo do título, da seguinte forma:

Carlos Vitolo
Da assessoria de imprensa do Sindasp.
www.sindasp.org.br

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.