Maioria das assembleias aprova sugestão do Ministério Público e greve está suspensa por até 48h

0
15

 

 

 

 

Das 20 assembleias gerais realizadas na noite desta segunda-feira (24), 18 aprovaram a sugestão do Ministério Público do Trabalho (MPT) da 2ª Região de São Paulo e decidiram suspender a greve por até 48h. Duas assembleias rejeitaram a proposta. O MPT também sugeriu que o governo apresente uma nova proposta, o que ocorrerá já nesta terça-feira (25), às 10h, no Palácio dos Bandeirantes.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Confira abaixo a tabela de votação das assembleias realizadas:

 

 

A sugestão do MPT foi apresentada durante uma reunião que ocorreu na manhã desta segunda-feira (24), às 10h, entre os diretores do Sindasp-SP, Sifuspesp e Sindcop, além do governo, que foi representado pelo assessor do Procurador Geral do Estado, Claudio Henrique Ribeiro Dias. A reunião foi intermediada pela procuradora-chefe, Claudia Regina Lovato Franco e pelo procurador regional do Trabalho, Roberto Rangel Marcondes. Também estiveram presentes os advogados Eliane Leal (Sindasp-SP), José Marques (Sindcop) e Marcelo Eduardo Vanalli (Sifuspesp)..

 

Como a decisão da maioria das assembleias foi de acatar a sugestão do MPT, a greve no sistema penitenciário está suspensa e os sindicalistas se reunirão com o governo para abrir negociação e discutir a proposta que será apresentada nesta terça-feira. Também estarão presentes na reunião os respectivos advogados de cada instituição. Após a reunião com governo, divulgaremos a proposta apresentada.

 

Assembleias para votação da proposta: desde já estão convocadas as assembleias para esta terça-feira (25), nos mesmos locais e horários das reuniões que votaram pela suspensão da greve e aprovação da sugestão do MPT. Também haverá assembleias nos dois locais que rejeitaram a proposta.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.