Morre ASP feminina do CPP do Butantan

0
68

Faleceu hoje a agente de segurança penitenciária (ASP) Josefa Serafim. A servidora trabalhava no Centro de Progressão Penitenciária (CPP) feminino do Butantam, em São Paulo. De acordo com as informações, a ASP faleceu de câncer de mama. O Sindasp-SP lamenta a morte da agente penitenciária e presta solidariedade aos familiares.

O câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação de células anormais da mama, que formam um tumor. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), são esperados 57.960 casos novos de câncer de mama este ano no Brasil. O dado destaca que a idade é um dos mais importantes fatores de risco para a doença, tendo em vista que, cerca de quatro em cada cinco casos ocorrem após os 50 anos. O Inca aponta que outros fatores que aumentam o risco da doença são, ambientais e comportamentais, além da história reprodutiva e hormonal, genéticos e hereditários.

O Ministério da Saúde indica que mulheres entre 50 e 69 anos façam a mamografia de rastreamento a cada dois anos. O exame ajudar a identificar o câncer antes do surgimento dos sintomas.

Vale lembrar que, durante o autoexame, é possível verificar se há indício de alguns dos sintomas, como presença de caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor; pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja; alterações no bico do peito (mamilo); e pequenos nódulos localizados embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço.

Em nome das Diretorias Executiva e Regionais, o Sindasp-SP expressa os mais profundos sentimentos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.