Mulher foi presa com cartas sobre facção criminosa durante saída de visita na Penitenciária de Dracena

0
601

Uma mulher foi presa após ser flagrada com cartas que faziam menção a uma facção criminosa no momento da saída da visitação na Penitenciária Asp. Aparecido de Pieri, em Dracena (SP). O caso foi divulgado na tarde de ontem, segunda-feira (8), pela Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo (SAP).

Neste domingo (7), após o término da visitação, uma mulher demonstrou certo nervosismo perante os agentes de segurança.

Conforme a SAP, as funcionárias perguntaram se ela levava algo escondido em suas roupas, sendo que nesse momento a visitante entregou vários manuscritos com conteúdos que faziam menção a uma facção criminosa.

A Polícia Militar foi acionada e conduziu a mulher para o 1º Distrito Policial de Dracena, onde ela permaneceu presa por integrar organização criminosa.

Ainda de acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo, ela também foi suspensa do rol de visitas e o preso encaminhado ao pavilhão disciplinar para elucidação dos fatos.

Dados Atuais

A Penitenciária de Dracena tem capacidade para 844 presos, mas atualmente sua população prisional é de 1.264 detentos. A unidade abriga sentenciados do regime fechado, segundo dados da SAP.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.