Inicio Geral Policiais e bombeiros de MT se capacitam em Direitos Humanos

Policiais e bombeiros de MT se capacitam em Direitos Humanos

0

Mais de 200 policiais e bombeiros de MT se capacitam em Direitos Humanos

A capacitação, formação continuada, qualificação para melhoria do quadro profissional está recebendo nos últimos dois anos investimentos constantes de acordo as linhas de ações do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), do Ministério da Justiça, ao qual Mato Grosso aderiu neste mês.

Como parte do investimento em capital humano que os governos federal e estadual vem aplicando aos profissionais da área, mais de 200 policiais civis e militares, bombeiros militares e a Guarda Municipal de Várzea Grande participam nesta semana, em Cuiabá, da Jornada Formativa em Direitos Humanos. Realizada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública, a jornada é coordenada pelo Instituto de Defesa dos Direitos Humanos e vai até quinta-feira (25.06), no Hotel Mato Grosso Palace.

Participam do curso profissionais da segurança da Grande Cuiabá e pólos regionais. No conteúdo, os profissionais do instituto e da Senasp estão trabalhando com policiais e bombeiros a visão sistêmica da produção da violência, fatores de desumanização, memórias históricas da segurança pública brasileira e direitos humanos em segurança pública.

O secretário de Justiça e Segurança Pública, Diógenes Curado Filho, reforçou a necessidade de investimentos permanente na formação dos profissionais, destacando o papel dos operadores de segurança pública em atuar como multiplicadores de conhecimento. ?Os direitos humanos nos dão o norte, os novos caminhos da segurança pública e as instituições têm um papel fundamental e preponderante como promotoras desses direitos. E com a formação constante, o profissional tem mais oportunidades de ter um serviço melhor, mais capacidade de lidar com os desafios cotidianos?, assegurou Diógenes.

Na abertura da Jornada participaram o secretário adjunto de Assuntos Estratégicos, Alexandre Bustamante, comandante geral adjunta da PM, coronel Lilian Vieira de Lima, delegado Genison Brito, representando a diretoria da PJC, e o presidente do Conselho Estadual de Direitos Humanos, Genilto Nogueira.

FORMAÇÃO HUMANA ? A Secretaria Nacional de Segurança Pública vem investindo continuamente na formação e qualificação dos servidores da área em todos os Estados brasileiros. Desde cursos à distancia (EAD) ? são mais de 30 modalidades de capacitação em que os servidores podem se inscrever a cada ciclo – à capacitação presencial, mais de 150 mil servidores da segurança pública em todo o País já passaram pelas qualificações ofertadas pelo Ministério da Justiça dentro do Pronasci. E ainda, aqueles profissionais que recebem salário de até R$ 1.700,00 e se enquadram nos demais critérios do programa Bolsa Formação recebem benefício mensal de no valor de R$ 400,00. O projeto foi criado para valorizar policiais civis e militares, bombeiros, agentes penitenciários e peritos de baixa renda.

Além dos cursos à distancia, o Pronasci, por meio da Rede de Altos Estudos em Segurança Pública, firmou convênios com universidades públicas e privadas de vários estados para oferta de cursos de especialização na modalidade lato sensu, em áreas específicas voltadas a profissionais da segurança e sistema de justiça criminal. Em Mato Grosso, duas turmas já se formaram na Especialização em Políticas de Segurança Pública e Direitos Humanos, coordenada pelo Núcleo Interinstitucional em Estudos da Violência e Cidadania, da UFMT.

Em mensagem aos servidores, o secretário nacional de Segurança Pública, Ricardo Balestreri, enfatiza o crescimento no investimento em formação dos profissionais. ?Em anos anteriores, o investimento não passava dos 3% e hoje conseguimos atingir um percentual de até 50% quando investimos na qualificação de policiais, bombeiros, agentes, que podem atuar como pedagogos da cidadania fora da sala de aula?.

Fonte: Circuito Mato Grosso
__________________
IMPRENSA SINDASP-SP
imprensa@sindasp.org.br

Sem comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile