Policiais Penais do CPP de Tremembé e PII de Hortolândia frustam entrada de ilícitos nas unidades

0
1089

CPP de Tremembé

Policiais Penais do CPP de Tremenbé frustraram a entrada de 6,7 quilos de entorpecentes e de mais de 70 aparelhos celulares na tarde de sábado, dia 29, no Centro de Progressão Penitenciária “Dr. Edgard Magalhães Noronha”, o CPP de Tremembé.

Por volta das 16h00, um Policial Penal escalado numa torre de segurança avistou quando 3 indivíduos se aproximavam do muro da unidade prisional, portando, cada um, uma mochila. Imediatamente, o alarme foi acionado e uma equipe se deslocou até o local. Os suspeitos fugiram, mas deixaram no chão as 3 mochilas.

Quando os servidores foram verificar o conteúdo das bolsas encontraram 76 aparelhos celulares com 64 carregadores, 24 fones de ouvido, 11 cabos USB, 26 chips, 1 aparelho MP 3, 1 máquina de tatuagem com 4 fracos de tintas, 182 papelotes de cocaína com peso de 140 gramas, 2 tabletes de cocaína pesando 1,721 quilo e mais 13 porções de cocaína com peso de 853 gramas. Também havia 8 tabletes e 6 porções de maconha pesando aproximadamente 4,054 quilos.

A direção do CPP de Tremembé encaminhou o material apreendido para a Delegacia de Polícia local e registrou Boletim de Ocorrência. Internamente, foi aberto um procedimento disciplinar apuratório para investigar o caso.

PII de Hortolândia

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informou que, na manhã de sexta-feira, 28, Policiais Penais da Penitenciária “Odete Leite de Campos Critter” de Hortolândia impediram a entrada de 39 pedaços de papel contendo droga sintética – K4 – na unidade prisional. A droga estava escondida no cós de duas bermudas, que teriam sido enviadas por Sedex para um sentenciado. Diante do ocorrido, foi feito um boletim de ocorrência na Delegacia de Hortolândia e a unidade prisional instaurou procedimento disciplinar para averiguar se o preso, que receberia a encomenda, teve participação no caso.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.