Presidente Jair Bolsonaro veta aumento de salários para servidores públicos

4
1984

O presidente Jair Bolsonaro vetou o trecho do projeto que permitia reajuste salarial a funcionários públicos. O prazo final para assinar o documento era quarta-feira (27). A decisão foi publicada no Diário Oficial.

Assinaram o veto os ministros Fernando Azevedo e Silva, Paulo Guedes, Jorge Oliveira e José Levi Mello do Amaral Júnior.

No dia 21º Presidente fez uma videoconferência com 27 governadores, na qual pediu apoio para o veto. Na reunião, o presidente afirmou que os congelamentos dos vencimentos devem ser até o dia 31 de dezembro de 2021.

Segundo o presidente, autoridades já discutiram diversas alternativas para mitigar os efeitos da crise desencadeada pela pandemia da covid-19. “A solução de congelar salários é boa por ser o remédio menos amargo”, afirmou.

“É de extrema importância que esse veto seja mantido por parte do congresso. E assim é que nós vamos construir a nossa política: nos entendendo cada vez mais. Deixo claro que as promoções e progressões vão continuar ocorrendo normalmente”, disse.

“Quero cumprimentar a forma com que essa reunião está sendo conduzida, para a união de todos. Vamos em paz, presidente. Vamos pelo Brasil e vamos juntos”, disse o governador de São Paulo, João Doria.

4 COMENTÁRIOS

  1. Eu não voto mais nesse presidente decepção estamos trabalhando enfrentamos esse vírus todos os dias agora essa se depender de mim já era esse Presidente

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui