Presidentes do Sindasp e Sindcop, juntos na luta contra a privatização, gravam mensagem para a categoria

0
56

Com o objetivo de impedir a privatização do sistema penitenciário do Estado de São Paulo, diretores do Sindasp-SP e Sindcop estiveram reunidos na tarde de ontem, em Bauru, na sede do Sindcop.

A privatização foi anunciada no mês passado, durante uma coletiva de imprensa, pelo governador João Doria. Segundo informações oficiais do governo, inicialmente, sete presídios funcionarão sob Parceria Público-Privada (PPP), dos quais, quatro já estão em construção e mais três novos complexos serão construídos nos próximos quatro anos, com capacidade para abrigar mais 12 mil detentos.

Ao final da reunião entre Sindasp-SP e Sindcop, os presidentes Valdir Branquinho e Gilson Pimentel Barreto gravaram um vídeo com uma mensagem para a categoria. Assista abaixo.

Na reunião, foram definidas estratégias de luta contra a privatização e a elaboração de uma pauta única de mobilização e campanha salarial. As instituições definiram que serão realizadas assembleias com o objetivo de ouvir os servidores e definir os itens da pauta única. As datas e locais de assembleias serão divulgadas brevemente nos sites dos sindicatos.

Um grupo de representantes dos dois sindicatos irão percorrer os gabinetes dos deputados estaduais, federais e senadores em busca de apoio contra a privatização. Entre as ações dos sindicatos, está a realização de audiências públicas nas Câmaras Municipais e na Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo). Os sindicatos também irão confeccionar material especial sobre a pauta única e contra a privatização.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.