SAP promoveu curso de Atendimento Pré-Hospitalar Tático Prisional

0
140

O Centro de Detenção Provisória “ASP Nilton Celestino” de Itapecerica da Serra promoveu, o curso de Atendimento Pré-Hospitalar (APH) Tático Prisional. O apoio foi da Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Metropolitana de São Paulo (Coremetro), que pertence à Secretaria da Administração Penitenciária (SAP). Ao todo, 30 Policiais Penais de diferentes regiões do Estado de São Paulo participaram da ação, além de profissionais do Espírito Santo e Minas Gerais e Rio de Janeiro.

O objetivo foi capacitar e atualizar os agentes penitenciários com técnicas de primeiros socorros ligadas ao ambiente carcerário e para possíveis situações emergenciais, como incêndios ou motins nos presídios. O treinamento seguiu os protocolos da atual legislação brasileira de primeiros socorros, que visa a redução de riscos e a preservação da integridade física de presos e funcionários.

Com uma carga horária de 40 horas, o curso foi dividido em três módulos: Prevenção e Combate a Incêndio, Atendimento Pré-Hospitalar (APH) ao Traumatizado – que contou com procedimento de segurança para trabalhos em altura – e APH Tático.

Para o instrutor e coordenador do curso, Getúlio Álvaro, que é Agente de Segurança Penitenciária (ASP), é importante que os servidores estejam sempre capacitados para realizar técnicas de primeiros socorros. “Nesta ação, os agentes aprenderam como definir o mapeamento de risco da unidade prisional em situações de crise como em rebeliões, incêndios e em casos de captura de reféns”, explicou.

A ideia, de acordo com Álvaro, é replicar o treinamento para outras coordenadorias da SAP e montar equipes de socorristas para atuarem nas Células de Intervenção Rápida (CIRs) e nos Grupos de Intervenção Rápida (GIRs). Também participaram como instrutores os ASPs Anderson Pereira Lima e Frederico Conrado Daenekas Filho.

 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.