Senado poderá votar hoje PL do porte de armas para agentes penitenciários

0
32

Reportagem atualizada: quarta-feira, 7/11/2012, 9h19

 

 

 

A reportagem do Sindasp-SP acompanha de perto no Senado a tramitação do Projeto de Lei (PL) 87/2011, que permite aos agentes penitenciários, integrantes de escolta de presos e guardas portuários, a portarem arma de fogo fora de serviço.

 

A última informação é de que a retirada do Requerimento 786/2012, apresentado pela senadora Ana Rita (PT-ES) e o PL 87/2011, não puderam ser  votados na noite de ontem. De acordo com o presidente do Sindasp-SP, Daniel Grandolfo, existe a possibilidade de que a votação ocorra ainda nesta quarta (7), segundo o que se comenta nos bastidores do Senado.

 

Líderes sindicais, membros da Federação Nacional dos Servidores Penitenciários (Fenasp), estão reunidos em Brasília e acompanham a tramitação do projeto no Senado. Participam da Fenasp o Sindasp-SP, Sindcop, Sindarspen, Sindasp-CE, Sindasp-SE e Sindpen-DF. Os sindicalistas continuarão reunidos e buscando apoio político no Senado para que o PL seja incluso na ordem do dia, votado e aprovado.

 

O PL já foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara e agora aguarda aprovação do Senado. De autoria do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), o PL destaca que a autorização serve tanto para o uso das armas fornecidas pela corporação ou instituição quanto para armas particulares.

 

Qualquer outra novidade sobre a retirada do Requerimento 786/2012, da senadora Ana Rita (PT-ES) ou a votação do  Projeto de Lei (PL) 87/2011 será publicada em nosso site em primeira mão.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.