Servidor terá consignado em outros bancos de SP

0
17

Os servidores públicos estaduais terão mais opções para tomar empréstimos consignados. Em decreto publicado nesta quarta-feira (14) no “Diário Oficial do Estado”, o governador Geraldo Alckmin (PSDB)  estabeleceu novas regras para a modalidade de empréstimo com desconto em folha de pagamento, permitindo que todas as instituições bancárias façam esse tipo de operação. De acordo com a Secretaria Estadual da Fazenda, hoje apenas o Banco do Brasil oferece consignados ao funcionalismo estadual.

 

O decreto vai ampliar o leque de opções dos servidores, que poderão comparar as taxas de juros de bancos oficiais e privados, tomando o empréstimo  na instituição que oferecer as melhores condições. Para atuar no segmento, os bancos terão de fazer um credenciamento junto à Secretaria da Fazenda, responsável pela folha de pagamento do funcionalismo. O desconto das prestações do empréstimo será feito pelo Banco do Brasil – onde os servidores recebem o salário –, que repassará o valor ao banco credor da dívida.

 

O decreto vai beneficiar todos os servidores públicos estaduais, incluindo civis, militares, ativos e inativos. A medida mantém o limite de empréstimo em 50% dos vencimentos do funcionário, aposentado ou pensionista, com parcelamento de, no máximo, 60 meses. As novas regras devem entra em vigor em 90 dias, tempo em que os bancos poderão se credenciar para o serviço.

 

A medida poderá favorecer o servidor. Segundo a pesquisa do Banco Central, a taxa de juros cobrada pelo Banco do Brasil em abril foi de 1,7% ao mês para o empréstimo consignado para servidor público. Nos demais bancos, a taxas variavam no período entre 1,48% e 6,2%.

 

Fonte: Diário de SP

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.