Servidores que atuam na automatização recebem camisas do Sindasp para desenvolverem as atividades

0
32

 

 

O presidente do Sindasp-SP, Daniel Grandolfo, e o Diretor Administrativo da Regional de S. J. do Rio Preto, Donizete de Paula Rodrigues, estiveram na manhã desta quinta-feira (16) na oficina de produção das peças para a automatização das unidades prisionais, na Penitenciária de Presidente Bernardes.

 

O objetivo da visita foi homenagear os servidores que atuam na produção de peças com uma camisa personalizada da automatização. Cada funcionário da oficina recebeu três camisetas para utilizarem no dia a dia de trabalho.

 

Turno 1

 

Turno 2

 

“É uma simples homenagem que estamos prestando aos servidores que atuam na produção das peças para a automatização das unidades. Estamos acompanhando tudo de perto e não vamos sossegar até que todas as unidades prisionais do Estado estejam automatizadas e garantam a integridade física dos servidores”, disse o presidente do Sindasp-SP.

 

Grandolfo disse que as camisas também serão entregues aos funcionários que atuam na oficina de produção da Penitenciária de Marília, onde o presidente esteve em visita no mês passado.

 

 

Os trabalhos da oficina de produção de Presidente Bernardes são dirigidos pelo Diretor de Núcleo de Trabalho e Educação, Marco Antonio de Santana (Marquinhos), filiado ao Sindasp-SP, e que desenvolveu o mecanismo aprovado pelo secretário da Administração Penitenciária, Lourival Gomes.

 

“Quero agradecer ao Sindasp-SP por ter fornecido essas camisas para que possamos trabalhar de uma forma mais adequada”, disse Marquinhos. Junto com Marquinhos, atua um grupo de mais doze servidores que se dispuseram a participar do projeto e foram direcionados para trabalharem na oficina. O grupo está dividido em duas turmas que atuam em sistema de plantão e diarista.

 

 

Podemos afirmar literalmente que a equipe de produção realmente “vestiu a camisa” da automatização para a realização do sonho do Sindasp-SP para a categoria.

 

Trabalhos: os trabalhos de automatização das celas das unidades prisionais do Estado, que foi uma conquista do Sindasp-SP para a categoria, continuam a todo vapor. A automatização foi aprovada pelo secretário da Administração Penitenciária, Lourival Gomes, durante visita à sede estadual do sindicato em 7/12/2012. O secretário nomeou o coordenador da Croeste, Roberto Medina, para dirigir o processo de automatização das unidades, que teve início na Penitenciária de Dracena. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Turno 1

 

Turno 2

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.