Sindasp participa de audiência pública da Alesp para discutir falta de funcionários e convocação de aprovados em concursos

0
56

O Sindasp-SP participou da audiência pública realizada na Alesp com o objetivo de discutir a falta de funcionários e a necessidade de convocação dos agentes de segurança penitenciária (ASP), que foram aprovados em concurso público, para assumir os cargos nas unidades prisionais.

A audiência aconteceu na noite de quinta-feira (29), às 19h, no auditório José Bonifácio, e foi presidida pelo deputado estadual Carlos Giannazi (PSOL). O Sindasp-SP foi representado pela diretora (suplente) do Departamento Jurídico da sede regional da Capital, Kathiane de C.M.R. Silva.

O Sindasp-SP já solicitou por diversas vezes, em ofícios e reuniões na Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), a contratação de mais funcionários para preencher o déficit das unidades prisionais. Conforme o presidente do Sindasp-SP, Daniel Grandolfo, há um déficit de cerca de 4 mil agentes penitenciários nas unidades prisionais de São Paulo.

A diretora do Sindasp-SP destacou que a discussão focalizou nas condições de trabalho do agente penitenciário dentro das unidades. “Muitas vezes o stress é grande porque fazemos dois ou três serviços e não conseguimos fazer o nosso serviço de segurança completo, e acabamos correndo os riscos de responder uma sindicância ou processo administrativo por falta de efetivo, pois acabamos assumindo mais de um posto. E quando acontece alguma coisa, o responsável é o ASP”, explicou Kathiane.

De acordo com a diretora do Sindasp-SP, é necessário que os aprovados em concurso público sejam chamados e que os prazos não sejam mais estendidos. Também foi cobrado que a SAP apresente um cronograma público das etapas dos concursos para que os concursados saibam quando será feita a próxima chamada. “Inclusive, alguns concursados que estavam na audiência relataram que tinham saído dos seus empregos para assumir o cargo e até agora ainda não foram chamados”, destacou a diretora do Sindasp-SP.   

Conforme Kathiane, o deputado Carlos Giannazi se comprometeu em levar as reivindicações ao Ministério Público para buscar a solução da falta de funcionários no sistema penitenciário.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.