Sindasp pede tolerância de 15 minutos para DEJEP

0
20

ASP chega 3 minutos atrasado na DEJEP e é obrigado a compensar meia hora

 

O Sindasp-SP encaminhou ofício ao secretário de Estado da Administração Penitenciária, Lourival Gomes, solicitando que seja incluído nos critérios da Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Penitenciário (DEJEP) a tolerância de 15 minutos em caso de atraso. O ofício também foi encaminhado ao diretor técnico do Departamento de Recursos Humanos (DRHU), José Benedito da Silva.

 

A solicitação foi feita pelo diretor Administrativo da sede regional de Marília, Luciano Carneiro. De acordo com o documento, um agente de segurança penitenciária (ASP) chegou 3 minutos atrasado para cumprir seu horário na DEJEP e foi obrigado a compensar 30 minutos pelo atraso, após o término de sua jornada. O funcionário atrasou por ter sido abordado em uma blitz. O fato aconteceu em uma unidade da região de Marília, não revelada no documento.

 

A diária foi instituída pela Lei nº 1.247/2014, por meio de um projeto apresentado pelo Sindasp-SP ao governo e à SAP. Em 2016 foram autorizadas 17.467 ao mês, sendo 582 ao dia. Em 2015, foram autorizadas 18.120 ao mês e em 2014 foram liberadas 18.960. De 2014 para 2016 houve uma queda de 1.493 diárias oferecidas ao mês.

 

É sempre importante lembrar que a DEJEP tem incidência no Imposto de Renda e o pagamento é efetuado sempre no segundo mês após a realização da diária.

 

Os interessados em realizar as diárias deverão procurar o diretor de Segurança e Disciplina da unidade e efetuar sua inscrição em uma lista única que deverá ser elaborada em cada plantão diurno, de forma contínua e sequencial. A lista deverá obrigatoriamente ser afixada em local visível e de livre acesso para que todos os servidores tenham conhecimento.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.