Sindasp visita CPP de Rio Preto e busca melhorias ao atendimento do Ceama na região

0
34

 

 

O presidente do Sindasp-SP, Daniel Grandolfo, esteve em visita em visita na segunda-feira (12) ao Centro de Progressão Penitenciária (CPP) de São José do Rio Preto.

 

Também participaram da visita primeiro secretário, Gláucio Reinaldo M. Pereira, o diretor suplente de Saúde, Carlos Alberto B. Peretti, e o Diretor Administrativo da Sede Regional do Sindasp-SP em S. J. do Rio Preto, Donizete de Paula Rodrigues.

 

Os diretores dialogaram com os servidores e ouviram sugestões e reclamações, com o objetivo de melhorar as condições de trabalho e o exercício das atividades na unidade.

 

Os sindicalistas se reuniram com também com o diretor da unidade e apresentaram as sugestões propostas pelos servidores.

 

Os diretores aproveitaram a estadia em Rio Preto e também foram recebidos médico e diretor do Centro Atendimento Medicina Laboratorial (Ceama) de São José Rio Preto, Ralf Maldonado. O objetivo da reunião com médico foi discutir “a precária situação do Ceama no município”, disse o diretor da regional do Sindasp-SP.

 

 

Maldonado elogiou muito a atitude do Sindasp-SP e achou oportuna a visita dos sindicalistas.

 

Um dos problemas discutidos durante a reunião foi a dificuldade de renovação do contrato do Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe) com a Santa Casa de Rio Preto. O atendimento aos servidores poderá ser prejudicado visto que o contrato se encerra em 4 de dezembro e até o momento não houve interesse na renovação.

 

 

Outro assunto discutido foi a possibilidade de credenciamento ao Iamspe do Hospital de Base de Rio Preto, que é um dos maiores e mais importantes complexos hospitalares do Estado. É também o segundo maior hospital-escola do Brasil, e está ligado à Faculdade de Medicina de Rio Preto (Famerp). O HB também conhecido pelo corpo clínico altamente qualificado, inclusive com médicos reconhecidos nacionalmente, além da alta tecnologia oferecida aos pacientes, que aliás, 85% são do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Grandolfo ficou de agendar uma audiência com o secretário de Estado de Gestão Pública, Davi Zaia, para buscar uma solução visando a renovação do contrato da Santa Casa e um possível credenciamento do hospital de base.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.