Apreensões de ilícitos nas unidades prisionais de Limeira, Hortolândia, Rio Preto e Franco da Rocha

0
173

CDP de São José do Rio Preto apreende chinelo com suposto entorpecente K4

Na última quinta-feira (01), por volta das 15h, nas dependências do Centro de Detenção Provisória de São José, durante a vistoria de SEDEX no aparelho de Raios X, foram verificados objetos estranhos em uma encomenda. Foi então solicitada a presença do detento que receberia o material para que acompanhasse a abertura do SEDEX. Em vistoria aos produtos enviados, localizamos no interior da sola de um par de chinelos 02 (duas) folhas de papel de cor amarelada, supostamente o entorpecente K4, endereçado ao detento por uma visitante dele.

A apreensão foi encaminhada à Delegacia de Polícia para ser registrado um Boletim de Ocorrência, bem como, foi determinado a instauração de Procedimento Interno Disciplinar em desfavor do referido detento. A mulher remetente será suspensa por 02 (dois) anos de adentrar em presídios, em conformidade com a Resolução SAP 144, de 29.06.2010, Artigo 135, inciso I, alterado pela Resolução SAP 196, de 11/11/2015.

Papéis de suposto K4 são apreendidos em penitenciária de Franco da Rocha

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informou sobre apreensão de ilícitos na Penitenciária I “Mário de Moura e Albuquerque” de Franco da Rocha.

Os flagrantes ocorreram nesta quinta-feira (1), durante procedimento de revista realizado nos pacotes de sedex encaminhados à unidade prisional. Nos dois casos registrados foram apreendidos entorpecentes similares ao K4 escondidos em meio a outros objetos.

Em uma situação os policiais penais verificaram nove filipetas do entorpecente em meio a bolachas salgadas. No segundo flagrante realizado foram encontrados 80 micro pontos do suposto sintético camuflados em um pacote de rosquinhas doce.

Policiais Penais impedem a entrada de drogas em unidades prisionais da região central K4, LSD e haxixe foram enviadas ao CPPH e CDP de Limeira

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informou que policiais penais impediram a entrada de K4, LSD e haxixe, em unidades prisionais da região central.

Nesta manhã, 1, policiais penais do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Limeira apreenderam droga sintética K4, enviada pela avó de um sentenciado. O entorpecente estava em um pedaço de cartolina, escondido no forro de um tênis.

Já no fim da tarde de ontem, 31, policiais penais do Centro de Progressão Penitenciária de Hortolândia (CPPH) encontraram 197 unidades de papel com K4, escondidos em bolachas rosquinhas. Logo em seguida, foram apreendidas 14 folhas de papel com LSD e 14 gramas de haxixe, que estavam escondidas em bombons de amendoim. Os entorpecentes foram enviados pelas mães de sentenciados. Os ilícitos apreendidos foram encaminhados para as delegacias dos respectivos municípios e as unidades prisionais instauraram Procedimento Disciplinar Investigatório. No caso dos custodiados do CPPH foi solicitada a suspensão do direito ao regime semiaberto. A SAP informa que as pessoas responsáveis pelos envios das drogas serão suspensas do rol de visitas.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.